Para acelerar ainda mais forte

Bertagnolli em sua Honda BR 600-RR acertando alguns detalhes. (FOTO: Arquivo pessoal)

Há pouco mais de um mês parada, a temporada 2012 do Moto 1000 GP volta a ter uma etapa no dia 19 de agosto no Autódromo Internacional de Curitiba. Após o cancelamento da etapa que aconteceria no dia 22 de julho, em Brasília. A organização da competição remarcou a data da prova pelo motivo de que a fábrica fornecedora dos pneus utilizados, localizada na França, não teria o tempo suficiente para liberá-los na alfândega no país.

Rafael Bertagnolli conquistou a primeira posição na primeira etapa, em Interlagos. (FOTO: Arquivo pessoal)

 E quem não ficou parado durante este período foi o piloto Santa-mariense Rafael Bertagnolli. Depois de brilhar no lugar mais alto do pódio na primeira etapa, disputada em Interlagos, onde venceu a corrida de ponta a ponta na categoria 600 cc, o líder da competição continua sua preparação para o próximo desafio em Curitiba.

Nos últimos dias, o piloto vem preparando sua moto juntamente com sua equipe, a Bertagnolli Racing, e também cuidando de seu preparo físico em Santa Maria. Os testes na moto passam por vários experimentos para que se possa alcançar novamente um bom desempenho na segunda etapa. “Estamos testando alguns componentes novos, para ver se conseguimos mais segurança nas suspensões e diminuir o desgaste de pneus”. – afirma Rafael.

Em alguns fins de semana, o Santa-mariense viaja até Santa Cruz do Sul onde treina e testa algumas regulagens diferentes em sua Honda CBR 600, como será o caso deste sábado e domingo, 28 e 29. “Preciso chegar em Curitiba com um setup bem aprimorado na suspensão. Lá tem curvas de baixa, média e alta velocidade, então preciso achar um acerto bom. E como faltam mais alguns finais de semana pela frente, quero treinar em todos, para chegar no dia e estar bem confiante no equipamento” – finaliza o piloto.

Bertagnolli em sua Honda BR 600-RR acertando alguns detalhes. (FOTO: Arquivo pessoal)

Apesar da liderança no campeonato, Rafael ainda tem que correr ainda mais fora das pistas. O piloto ainda não tem participação garantida em toda a temporada do Moto 1000 GP, de acordo seu planejamento, o apoio dos patrocinadores ( Bramoto-Honda, Vitória Transporte de Grãos e Inducal) até agora são suficientes para disputar mais duas etapas.

Recentemente, Rafael proveu uma ação entre amigos para sortear o capacete que ganhou em Interlagos, no valor de aproximadamente R$ 1.700,00 ao custo de R$ 10,00 o número para manter o sonho da conquista do campeonato vivo. Para quem já venceu a primeira etapa em um dos maiores palcos do automobilismo mundial, Rafael Bartagnolli  precisa acelerar ainda mais forte para vencer a corrida pelo apoio e incentivo de Santa Maria para seguir representando o nome da cidade coração do Rio Grande nos pódios do Brasil.

Leia Também:

ENTREVISTA: Líder do Moto GP, santa mariense Rafael Bertagnolli precisa de ajuda para participar da próxima prova do circuito

Piloto Santa - mariense Rafael Bertagnolli acelera forte e vence a primeira etapa da temporada 2012 do Moto GP no último domingo

Bate - Papo EsporteSul #3 com Cezar Schirmer

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter