Com ruptura no tendão da coxa, Rafael Refatti para por cerca de 45 dias

Depois de Vinicius Chimbica, que rompeu os ligamentos do joelho, setor ofensivo ganhou mais um desfalque importante.

O artilheiro esmeraldino na Divisão de Acesso está fora do primeiro turno da competição. O departamento médico do Riograndense detectou uma lesão muscular na coxa esquerda do centroavante Rafael Refatti, ocorrida no duelo contra o Brasil-PEL. A previsão inicial é que o atleta fique fora dos gramados por 45 dias.

- Infelizmente o Refatti estava indo bem, é o goleador da equipe, e acabou acontecendo essa lesão. Ocorreu uma ruptura total do tendão semimembranoso, um músculo que fica na parte posterior da coxa esquerda. O tratamento vai ser conservador por no mínimo 45 dias, vamos respeitar as fases da lesão no tecido, que seriam: fase inflamatória, proliferativa e a parte da cicatrização. Só após isso Refatti será liberado aos treinos no campo, de readaptação. Tudo isso leva em torno de 45 dias. – Relata o fisioterapeuta esmeraldino Lucas Rosinski.

Após realizar um movimento de esforço, Rafael Refatti sentiu imediatamente a lesão e precisou ser substituído logo após marcar o gol que deu a vitória ao Periquito na partida contra o Xavante. Com os exames realizados na quinta-feira, foi constatada a ruptura total do tendão. Cortado da delegação que embarca hoje à tarde para Erechim, Refatti realiza nos próximos dias tratamento a base de gelo e fisioterapia em dois turnos.

refatti
Rafael Refatti já iniciou o tratamento da lesão na coxa esquerda. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)
s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter