Vitória para reconquistar a confiança esmeraldina

Fabio Alemão marca, Alisson defende pênalti e Riograndense inicia com vitória o segundo turno.

Foi com ares de drama a largada do Riograndense no segundo turno da Divisão de Acesso. Placar magro, bolas na trave, zagueiro salvando o gol em cima da linha e um pênalti defendido. Assim foi o duelo entre Periquitos na tarde desta quarta-feira. Apesar de não apresentar um bom futebol, a equipe do Riograndense mostrou a garra e a dedicação esperadas pela torcida e pelo técnico esmeraldino para conquistar a vitória de 1 a 0 sobre o Avenida.

A equipe do Avenida, comandada pelo técnico Hélio Vieira, foi melhor em grande parte do confronto. Com as iniciativas do jogo e bem postado defensivamente, o Periquito de Santa Cruz do Sul controlou as ações no primeiro tempo. Errando muitos passes e muito bem marcado, principalmente as subidas dos dois laterais, o Riograndense não conseguia achar espaços na defesa adversária.

rfc79
Riograndense, do atacante Tiago Duarte (de verde), soma 24 pontos na classificação geral. (Foto: Vinicius Azevedo/EsporteSUL)

Se faltou emoção na etapa inicial, a pouca torcida presente no Estádio dos Eucaliptos acompanhou em pé todo o segundo tempo. O Avenida arriscava de longe, com chutes de Emanuel, Clodoaldo e Alexandre. Alisson, o goleiro esmeraldino, e a dupla de zagueiros, Vinicius e Marcio Nunes, começavam a se destacar. Nas oportunidades do Riograndense, eram nos pés de Julio Abu e Tiago Duarte que surgiam as melhores chances para abrir o marcador. Mas foi o camisa nove esmeraldino quem balançou as redes do Estádio dos Eucaliptos.

Depois de boa jogada em velocidade do Riograndense aos 17 min, Fabio Alemão invadiu a área e de perna esquerda soltou um verdadeiro foguete em direção ao gol de Vanderlei. A bola ainda raspou a trave antes de morrer no fundo do gol. Um a zero Riograndense, gol com a marca do goleador esmeraldino.

Foto: Vinícius Azevedo
Jogadores comemoram o gol de Fabio Alemão. (Foto: Vinícius Azevedo/EsporteSUL)

O Avenida, que já exercia certa pressão no time de Círio Quadros, se lançou ao ataque. Em uma das vezes em que rondava a meta esmeraldina, Lucas, que havia acabado de entrar, se atirou no gramado e o árbitro Rogério Furtado Gonçalves erroneamente assinalou a penalidade. Pênalti inexistente para a o protesto geral dos jogadores do Riograndense. Porém, os gritos de raiva, viraram gritos de felicidades poucos minutos depois. O goleiro Alisson, eleito o melhor da partida pela equipe do EsporteSUL, defendeu a cobrança de Alexandre e também o rebote de Lucas. Importantíssima defesa de Alisson, que tinha a responsabilidade de substituir o guarda-metas Yai, o camisa um esmeraldino.

Nos instantes finais, o árbitro voltou a errar ao não marcar pênalti no volante Michel, que substituiu o atacante Tiago Duarte. Fim dos noventa minutos nos Eucaliptos e vitória assegurada. Um triunfo que além de manter a equipe na liderança isolada da classificação geral do campeonato e de fazer o clube largar na frente no segundo turno,  traz de volta aos Eucaliptos a confiança para um dos grupos mais qualificados da competição.

FICHA TÉCNICA
RIOGRANDENSE 1 x 0 AVENIDA

RIOGRANDENSE: Alisson; Anderson, Marcio Nunes, Vinicius, Willian; Rangel, Cassel, Jeferson Mikimba, (Fernando Lima) Julio Abu (Wilson); Tiago Duarte (Michel), Fabio Alemão.
Técnico: Círio Quadros.

AVENIDA: Vanderlei; Luiz Fernando (Lucas), Rincón (Fábio Buda), Anderson Seffrin e Emanuel; Nunes, Carlos Alberto, Deivid (Augusto) e Alexandre; Clodoaldo, Gavião.
Técnico: Hélio Vieira.

GOL: Fabio Alemão, para o Riograndense.

CARTÕES AMARELOS: Marcio Nunes e Fabio Alemão, para o Riograndense. Alexandre, para o Avenida.

ÁRBITRO: Rogério Furtado Gonçalves.
AUXILIARES: Charles Lorenzetti e Júlio Cesar Barcelos Rodrigues.

Por Bruno Tech, 22/05/2013

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter