Soldiers vence Drones e traz para Santa Maria o bicampeonato gaúcho de futebol americano

A eliminação na primeira fase do brasileiro não apagou a brilhante temporada do Santa Maria Soldiers. Mesmo sem avançar na competição nacional, que era o grande objetivo do ano, os santa-marienses não podem lamentar o retrospecto da equipe dentro de campo na temporada. Além da convocação para a seleção brasileira (defensive end Vinícius Zanon) e a escolha de cinco componentes para a equipe Tropa SC que disputará a primeira liga profissional do país, o Exército de Santa Maria conquistou neste domingo o bicampeonato gaúcho de futebol americano.

Diante dos estreantes Ijuí Drones, o Soldiers provou porque é um dos grandes do sul do Brasil e garantiu o título com uma vitória de 51 a 0 na casa dos adversários.

Ao todo foram sete touchdowns para o time verde e preto, que já havia vencido as outras duas partidas entre as duas equipes na competição (93 a 2 e 42 a 0).

– Fizemos nosso jogo prevalecer. Mesmo com vários desfalques, o ataque fez o seu trabalho. Conseguimos entrar, desenvolver bem nosso jogo corrido e nosso jogo aéreo e assim pontuamos. A defesa também jogou muito, cedendo muito pouco território para o Drones. Tanto no ataque quanto na defesa fizemos um jogo muito físico, nos sobrepondo à equipe deles. Não tem como dizer se o jogo corrido ou o jogo aéreo prevaleceu. Conseguimos mesclar bem ambos e assim ganhamos. O meu destaque no jogo de hoje foi o empenho tático do conjunto do time. Entramos focados porque queríamos ganhar. Cada um exerceu sua função com muita dedicação e seriedade durante todo o jogo. Mesmo com os desfalques e com algumas mudanças na equipe, em nenhum momento nós nos poupamos ou colocamos o pé no freio, o que, na minha opinião, demonstra nossa vontade de vencer e nosso respeito pelo adversário. Mesmo com o placar um pouco elástico, o Drones fez um jogo duro, impôs dificuldades e têm mostrado muita evolução a cada partida que nos enfrentamos. – avaliou o Offensive Lineman Jean Ibaldo #79.

Feliz por tudo que o grupo conquistou em 2013, Jean atribui o sucesso à três companheiros, que para ele, foram fundamentais neste que foi o seu primeiro título vestindo a camisa do clube:

– Eu queria dedicar este título a três pessoas. O primeiro e o segundo são o nosso QB, Douglas, e o nosso coach, Ademilson. Eles são líderes natos. Conduziram muito bem o ataque durante toda a temporada, impondo e executando uma filosofia de trabalho que conseguimos assimilar. O terceiro é nosso DE, V. Zanon. Ele é o símbolo maior da nossa equipe. Mais que isso, ele é um exemplo e um referencial a ser seguido de dedicação, de treinamento, de foco e de comprometimento. Com certeza ele é um extra-série do esporte em âmbito nacional. Não à toa que esses três caras, além do nosso center, estão na LFA (liga brasileira de futebol americano). É um orgulho imenso trabalhar ao lado desses caras, porque eles nos inspiram a fazer com que o Santa Maria Soldiers e com que o futebol americano aconteçam em nossa cidade. – finaliza Jean, que entrou para o Soldiers em novembro de 2012, após o primeiro tryout realizado pela equipe.

Soldiers venceu Drones em Ijuí e conquistou seu segundo título gaúcho. Foto: Marcel Brazil

Soldiers venceu Drones em Ijuí e conquistou seu segundo título gaúcho. Foto: Marcel Brazil

Seletiva contou com a presença de 28 atletas

Antes de conquistar o título do Gaúcho Bowl, o Soldiers realizou mais um tryout no sábado. A terceira seletiva de atletas, a segunda em 2013, avaliou possíveis novos soldados. Em quatro horas de atividades, divididas entre testes físicos e específicos, os candidatos foram avaliados em quesitos como agilidade, força, velocidade e explosão.

De acordo com Eduardo Gehrke, a intenção é anunciar os nomes dos selecionados já na próxima semana, a tempo de participarem do treinamento do sábado.

– O tryout em geral foi de médio para bom. Alguns superaram bastante a expectativa. Alguns são atletas semi-prontos. – comemorou o DL.

Por Diogo Viedo, em 06/10/2013.

Notícias Relacionadas