Os melhores atletas masculinos indicados ao prêmio EsporteSUL

Há poucas horas do Prêmio EsporteSUL, chegamos aos destaques na categoria melhor atleta masculino com nomes de peso. Na motovelocidade, o recentemente campeão do Moto 1000 GP- 600, Rafael Bertagnolli. Na canoagem, o multicampeão das águas, Gilvan Ribeiro.No levantamento de peso, Valmir Rocha, com título gaúcho e nacional. Por último, nos tatames, Capincho com duas participações em competições internacionais de jiu-jitsu, ficando em uma delas, entre os oito melhores.

Ele ganhou há menos de duas semanas na principal categoria da motovelocidade brasileira. Com o vice-campeonato em 2012, Rafael Bertagnolli, venceu quatro das oito etapas do Circuito em 2013 e conquistou a tão sonhado título no Moto 1000 Gp – 600 cc, mesmo com um turbulento início de temporada quando chegou a abandonar a disputa e passar por uma troca de equipe. Valente e talentoso, Bertagnolli ainda brigou paralelamente pelo bi do gaúcho, mas acabou em segundo.

Bertagnolli é campeão do Moto 1000 Gp – 600 cc. Foto: Divulgação

Bertagnolli é campeão do Moto 1000 Gp – 600 cc. Foto: Divulgação

Gilvan Ribeiro teve uma das mais intensas temporadas da carreira do canoísta. Depois de garantir seis medalhas no sul-americano em Val Paraíso no Chile em abril, ao lado do irmão, – ouro (k4 200 m, 500 m e 1000 m), prata nos 200 metros e bronze nos 500 m no k2, ele colocou o nome da família Ribeiro entre os melhores colocados dentre os não-europeus na Universíade realizada na Rússia em julho, ficando a meio segundo da medalha nas provas do k2 e k4 nos 200 metros. No k4 200 metros, ao lado de João Alves e Roberto Maehler, Gilvan e Givago ficaram em 5º lugar na melhor colocação nos Jogos Olímpicos Universitários.

Gilvan Ribeiro é nome forte da canoagem em Santa Maria. Foto: Divulgação

Gilvan Ribeiro é nome forte da canoagem em Santa Maria. Foto: Divulgação

Ainda na Europa, onde ficou durante os meses de julho, agosto e setembro, Gilvan disputou em agosto o Mundial de Velocidade em Duisburg na Alemanha, quando foi o melhor sul-americano na competição, conquistando o 19° melhor resultado entre os 44 competidores. Em setembro, na Suécia, Gilvan aumentou sua coleção de medalhas com o bronze no k1 (1000 m e 500 m), prata nos 200 m, e ouro na prova de 5 mil metros na Høst Regatta. Ainda em setembro, ao lado do amigo Michel de Carli Ferreira, de Caxias do Sul, o atleta de Santa Maria disputou a prova de 31 km no Mundial de canoagem maratona no k2, em Copenhagen, Dinamarca, terminando o longo percurso em 15°, contra outros 34 participantes.

Já no levantamento de peso, o destaque na cidade é Valmir Rocha, que teve um ano recheado de conquistas pessoais. O cara foi campeão na categoria sub-master até 110kg na 10ª Copa Internacional de Power Lifting, modalidade que envolve supino, levantamento terra e agachamento. Também ganhou o vice-campeonato na classe Sub-Master até 100kg no Campeonato Sul-Americano de Power Lifting, entre competidores de cinco países diferentes testando o limite de suas forças.

Valmir Rocha é uma das revelações da cidade no levantamento de peso. Foto: Eduardo Ramos/EsporteSUL

Valmir Rocha é uma das revelações da cidade no levantamento de peso. Foto: Eduardo Ramos/EsporteSUL

E o quadro de medalhas dele não para por aí. Rocha obteve a medalha de ouro Campeonato Brasileiro de Levantamento de Peso. Com 230kg erguidos, ele superou todos os adversários na classe sub-master (dos 33 até os 39 anos) até 100kg.

No Campeonato Mercosul de Power Lifting, o santamariense acabou com o vice-campeonato no levantamento terra, 230kg, na categoria Sub-Master (dos 33 até os 39 anos). Já no campeonato gaúcho de levantamento de peso, ele foi bicampeão gaúcho., na categoria sub-master até 100 kg.

Do levantamento de peso para os tatames. Antonio Pedro Dias, conhecido por Capincho, representante da Sul Jiu Jitsu, participou do World Masters & Seniors de Jiu Jitsu, disputado Long Beach, California, terminando sua participação entre os oito melhores lutadores do mundo na categoria faixa preta, meio-pesado/master.

Capincho participou de duas competições internacionais neste ano. Foto: Divulgação

Capincho participou de duas competições internacionais neste ano. Foto: Divulgação

Capincho também participou do World Jiu Jitsu Championship, o que o colocou entre os 16 melhores do planeta, na competição disputada entre os dias 30 de maio e 2 de junho, em Long Beach, na California.

Por Diogo Viedo e Raul Pujol, em 10/12/3013

Notícias Relacionadas