Olho No Lance e a rodada decisiva da Divisão de Acesso

banner Olho No Lance

Derrota frustrante

Depois de um começo alentador, o Inter-SM foi caindo de produção e sofreu uma derrota para o Avenida que frustrou o torcedor alvirrubro que foi ao Estádio Presidente Vargas no feriado de 1º de maio. Pior do que isso, o time despencou da liderança do grupo A da Divisão de Acesso para a 4ª posição no 2º turno. Se não ganhar do eliminado Panambi fora de casa, na última rodada, a equipe de Badico vai depender de um empate, ao menos, do rebaixado Riopardense contra o mesmo Avenida, em Santa Cruz do Sul. Convenhamos, algo quase impossível. Seria como o sargento Garcia prender o Zorro ou o Batman ser destruído pelo Coringa ou Pinguim. O Inter-SM complicou a sua vida e cabe ao mesmo Inter-SM resolver o problema criado. Sem o atacante Josiel, lesionado, a equipe alvirrubra precisa vencer a irregularidade na competição. Badico não tem culpa, pois alertou a direção da necessidade de mais peças de reposição. Não foi ouvido e o time vai para mais um jogo de superação na Cidade das Máquinas. Outro agravante: o Panambi necessita da vitória para não correr risco de rebaixamento.

Vitória animadora

O Riograndense voltou de Vacaria com três pontos na bagagem, após derrotar o Glória. O resultado colocou o time de Luciano Corrêa na zona de classificação do grupo B. Se vencer o Ypiranga, no domingo, no Estádio dos Eucaliptos, o periquito obtém a vaga para as quartas de final e pode até terminar na liderança da chave. Na pior das hipóteses, um empate, combinado com resultados paralelos, pode também classificar a equipe do goleador Jajá. Diante do campeão do 1º turno e com vaga já assegurada na elite do Gauchão de 2015, o Gandense precisa jogar com sabedoria e paciência. A tarefa é difícil, mas a conquista do objetivo é possível. Lugar de torcedor periquito, no domingo, é na La Bombonera da zona norte.

Despreparo total

Reproduzo postagem do colega jornalista Guilherme Kalsing, editor de esportes do jornal A Razão: “Inter SM x Avenida, nesta quinta-feira, no Estádio Presidente Vargas. O fotógrafo do Jornal A Razão, Juliano Mendes, PREVIAMENTE cadastrado, mais uma vez, foi barrado de exercer seu trabalho dentro do gramado por chegar durante o jogo. Ao final, educadamente, cheguei no delegado da FGF, Hamilton Oliveira, e relatei o fato, pedindo que houvesse alguma intervenção. Então, ele vai até os seguranças e pergunta se o Juliano pediu para entrar. E o segurança diz que não. O delegado vira as costas e me chama de sem-vergonha, uma, duas, três vezes, diante de PMs, seguranças, jornalistas de Santa Cruz do Sul e membros do Avenida. Eu ouvi o xingamento e, educadamente, me dirigi a ele falando: “Estou apenas querendo trabalhar e que meu colega trabalhe. Fui educado e estou sendo xingado. Tenho pena da FGF ter uma pessoa despreparada como representante em Santa Maria”. Pois é. Mais um dia para cortar do calendário e que me faz realmente repensar se é válido mesmo seguir em frente. Desculpem o desabafo, faz muito tempo que não venho aqui (facebook), mas enfim. Cada dia mais difícil. Hoje, mais uma vez, fui humilhado como jornalista e pessoa. Opinião: vale uma ação judicial por dados morais. Efetivamente, o delegado da FGF na cidade é um mal-educado e, sobretudo, um despreparado para a função. Todos os profissionais com vergonha na cara foram atingidos pelo ato. Minha solidariedade ao Guilherme Kalsing.

Rapidinhas

Volante Douglas T-Rex foi o destaque alvirrubro diante do Avenida. Marcou forte, orientou o time em campo e ainda finalizou a gol.

Atacante Josiel fez falta ao time de Badico, que sofre com a falta de reposição para o meio-campo e o ataque.

Gols do meia Cleberson apareceram na hora decisiva para o Riograndense.

Atacantes Giovani e Júnior entraram durante o jogo do Gandense em Vacaria.

Presidente periquito Dilson Siqueira e colegas de diretoria ajeitaram a casa nos Eucaliptos.

Meia Alexandre e atacante Clodoaldo são duas referências técnicas do Avenida, assim como o goleiro Vanderlei.

No duelo da dupla Rio-Nal com o Avenida, vantagem do time de Santa Cruz com duas vitórias.

Pela primeira vez, o Inter-SM perdeu em casa na Divisão de Acesso 2014.

Tupi fez 3 a 1 no Panambi e foi o único a vencer em casa na penúltima rodada do 2º turno. Time de Jair Galvão já está classificado.

União Frederiquense e Santo Ângelo venceram fora e também já asseguraram classificação na chave A. Inter-SM e Avenida lutam pela última vaga.

Na chave B, só Marau e Santa Cruz estão eliminados. Outros seis times lutam por vaga.

Resta uma vaga para o rebaixamento. União Frederiquense (17pg), Santa Cruz (18pg), Panambi (18pg) e Marau (19pg) lutam contra o descenso.

União recebe o rebaixado Canoas e Santa Cruz joga em Nova Prata. Panambi atua em casa contra o Inter-SM e Marau pega o Cerâmica em Gravataí.

Santa Cruz acumula onze jogos consecutivos sem vitória na Divisão de Acesso. Rebaixamento do Galo à vista.

Na classificação geral, somados os pontos do 1º e 2º turnos, os cinco primeiros são Ypiranga (30pg), Tupy (27pg), Brasil-Far (25pg), Inter-SM (24pg) e Glória (23pg). Riograndense é o sétimo (22pg).

Se o 2º turno terminasse hoje, os confrontos das quartas de final seriam União Frederiquense x Nova Prata, Tupi x Riograndense, Ypiranga x Inter-SM e Brasil-Far x Santo Ângelo.

Paulo Gutierrez apita Riograndense x Ypiranga. Já Panambi x Inter-SM vai ter Tiago Rodrigues no apito.

A frase – “O melhor psicólogo do centroavante é a rede do adversário” (Galvão Bueno, narrador da TV Globo).

Som da coluna – Sugiro Martinho da Vila, com Devagar, devagarinho. Clique e curta a música.

gilson piberGilson Piber é jornalista concursado da UFSM, radialista e professor do curso de Jornalismo da Unifra. Comentarista esportivo da Rádio Guarathan e doutorando em Ciências da Comunicação pela Unisinos/RS.

Notícias Relacionadas