Iniciativa de paratleta tenta trazer à Santa Maria competição de karts adaptados

Os esportes adaptados estão em ascensão no Brasil. Uma prova disso foi a conquista da primeira colocação geral nos Jogos Parapan-Americanos, no Canadá, quando a delegação brasileira alcançou a marca de 257 medalhas no total, sendo 109 de ouro. Com todas as dificuldades impostas, há pessoas que buscam, através de iniciativas, uma maior visibilidade para esses atletas.

O paratleta Denilson Souza é um dos exemplos de incentivadores aos esportes adaptados em Santa Maria. Praticante de canoagem, basquete, atletismo e bocha adaptada, o multiatleta tem como objetivo trazer ao Coração do Rio Grande a 1ª Copa Parakart, competição que será disputada, em sua maioria, por atletas paraplégicos, tetraplégicos e amputados. A ideia inicial é que ainda no mês de dezembro haja um pré-lançamento, para que em 2016 a competição dê suas primeiras aceleradas.

Segundo Denílson, cerca de 150 pessoas já mostraram interesse em competir. Se a grande demanda se concretizar, a expectativa é de que a competição seja realizada em seis etapas, as quais seriam disputadas em um formato de pontos corridos.

Outros incentivadores do evento são Paulo Garcia da Rocha, proprietário da pista Speed Kart e o Seu Valmor, assim intitulado por Denilson, que é o responsável por fazer as adaptações nos carros. Para a 1ª Copa Parakart, os carros levarão adaptações simples, já que as peças utilizadas poderão ser colocadas e retiradas em poucos minutos. Além da Copa Parakart, Denilson já pensa em possíveis outros eventos a serem realizados em Santa Maria, um deles seria uma competição de kart com pais e filhos. Pai de um menino, Denilson pensa em um dia competir lado a lado com seu filho.

Nesta quarta-feira, o atleta que será um dos carregadores da passagem da tocha olímpica por Santa Maria em 2016, publicou em sua rede social um vídeo que mostra como foi o primeiro teste dos veículos adaptados em uma pista de Santa Maria.

– Estou trabalhando com o pessoal da Speed Kart em relação as adaptações. Esse primeiro teste foi realizado por nós mesmos. Na semana que vem será realizado testes junto com um pessoal de Santa Cruz do Sul, onde virá um tetraplégico e um amputado que correrão com os karts adaptados. – avaliou Denilson.

Confira o teste dos karts adaptados:

Por Felipe Tubino, em 10/12/2015

Notícias Relacionadas