Com bons resultados em sua temporada de estreia, time feminino de futsal do Riograndense manterá atividades em 2017

Se em campo o Riograndense pouco pode comemorar em 2016 com o dramático rebaixamento para a Terceirona Gaúcha, nas quadras a última temporada foi de afirmação para o clube esmeraldino. Criado oficialmente treze dias após o aniversário de 104 anos do clube, o departamento de futsal do Periquito virou o ano comemorando os seus resultados da sua equipe feminina, as participações nas duas principais competições municipais e claro, já de olho nos desafios em 2017, um ano em que o objetivo é a consolidação das meninas esmeraldinas no futsal santa-mariense.

foto-3
Equipe feminina de futsal do Riograndense realizou dezoito jogos oficiais em sua temporada de estreia. (Foto: Divulgação/RFC)

A primeira partida oficial da equipe de futsal feminina do Riograndense ocorreu pelo Campeonato Citadino de Futsal apenas dezesseis dias após a sua fundação. Mesmo estreante em competições o time esmeraldino chegou a liderar o maior certame de Santa Maria durante três rodadas,  se classificou com a quarta melhor campanha e acabou derrotado na semifinal pela Fames, que dias depois garantiu o título municipal. Ao todo as damas do Riograndense entraram sete vezes em quadra pelo Citadino, encerrando com três vitórias, três derrotas e um empate.

Na Copa Oreco, segunda principal competição de futsal santa-mariense, a então equipe comandada pelo técnico Nei Carvalho repetiu o roteiro do Citadino. Depois de se classificar em segundo lugar no Grupo A, o Riograndense parou novamente na semifinal diante da Fames após duelo emocionante. Em cinco jogos na Copa Oreco foram três vitórias e duas derrotas, além de emplacar a artilheiroado torneio, Stéfani Brites, com dez gols em cinco jogos.

Afim de buscar experiência para a sua jovem equipe o Periquito também participou do Torneio Academia Oficina do Corpo, em Cruz Alta, e do Torneio Futsal Feminino Fames, em Santa Maria, onde em ambos foi eliminado nas quartas de final. Assim, somando as quatro competições em que entrou em quadra, a equipe esmeraldina fechou a temporada com oito vitórias, seis derrotas e quatro empates, cumprindo todas as expectativas do departamento de futsal.

- O departamento de futsal feminino do Riograndense participou de quatro competições ao longo do seu primeiro ano de existência, com duas semifinais e tendo uma atleta sua artilheira da Copa Oreco. Acredito que esse departamento mostrou a que veio, cumprindo com as expectativas do clube e firmando a continuação deste projeto para este ano de 2017. - Diz José Jaci Scheffer Júnior, secretario geral do Riograndense e responsável pelo departamento de futsal ao lado do também conselheiro Luís Fernando Ribeiro.

Por conta do bom e inspirador 2016 realizado, o departamento de futsal do clube já iniciou os trabalhos em 2017. Além de mais uma vez participar de competições no Coração do Rio Grande e também além das divisas do município, a equipe deve realizar um torneio para marcar o primeiro ano do departamento de futsal.

- Nessa primeira semana de janeiro anunciaremos os quatro primeiros patrocinadores para a temporada. Esperamos comemorar o aniversário deste departamento organizando um torneio. Enfim, a esperança é que 2017 seja ainda melhor, com o departamento de futsal feminino esmeraldino cada dia mais atuante no clube. - Afirma José Jaci Scheffer.

Por Bruno Tech, em 03/01/2017

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter