Reforma imediata do Guarani Atlântico e fim do festival de balonismo são algumas promessas da secretária de Esportes

Ponto Final - NOVO

A próxima edição do quadro Bate-Papo EsporteSUL, assim fizemos quatro anos atrás, não terá como personagem um grande atleta santa-mariense, mas uma personalidade política que tem papel fundamental no crescimento do esporte em nossa querida Santa Maria. Diferente de 2012, quando entrevistamos o prefeito recém-reeleito Cezar Schirmer, desta vez nossa volta ao prédio da esquina da avenida Rio Branco com a Venâncio Aires foi para uma conversa com a responsável pela agora unificada secretaria que atende ao esporte, junto com a cultura.

Em pouco mais de 20 minutos de bate-papo, a secretária de Cultura, Esporte e Lazer Marta Zanella manteve um discurso de austeridade, coerente com a situação financeira atual de boa parte dos municípios gaúchos e brasileiros e não utilizou a oportunidade para alimentar esperanças de grandes investimentos em eventos, como o festival de balonismo, evento inserido no calendário pela administração anterior e que não terá mais continuidade.

Marta prometeu uma administração de muito diálogo e proximidade com a comunidade desportiva e assumiu o compromisso de trabalhar pela reestruturação de leis como o Proesp, e, principalmente, devolver à população os diversos centros espalhadas pela cidade que necessitam de reformas ou reparos para voltarem a receber atividades, como o Guarani Atlântico, que vive situação mais crítica e finalizar a obra do centro de eventos do Centro Desportivo Municipal.

Sem esconder que a unificação de esporte e cultura em uma única pasta foi uma medida de ordem econômica, Marta garantiu ainda que estudará com sua equipe a continuidade de todas as competições municipais criadas nos últimos anos, como futsal, vôlei, basquete e handebol.

Se conseguir executar essas ideias expostas no quadro que vai ao ar em breve, de ouvir a todos e recuperar nossos inúmeros espaços físicos, além de concluir antigas obras, Marta terá dado boa parcela de contribuição ao esporte de Santa Maria. Estaremos torcendo, e de olhos bem abertos.

Diogo Viedo é gaúcho de São Gabriel e vive em Santa Maria desde os 17 anos. Jornalista desde 2010 e editor do EsporteSUL, é lateral-esquerdo em todas as peladas que joga e nunca assa o churrasco nas reuniões com os amigos.

Notícias Relacionadas