Leonardo Ribeiro não é mais técnico do Riograndense

A euforia pela boa e surpreendente reação na Segunda Divisão durou pouco no Riograndense. Poucos dias depois de garantir a classificação para segunda fase da competição com a vitória sobre o Guarany-CAM, uma verdadeira pilha de problemas eclodiram no clube. Após perder dois jogadores e ter mais atletas prestes a deixarem a equipe, o Periquito foi notificado pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e Ministério Público de que não poderá atuar no Estádio dos Eucaliptos nem com portões fechados.

Não bastasse tudo isso, diante de todas essas adversidades, o técnico Leonardo Ribeiro confirmou a sua saída do clube nesta quinta-feira, dia 1º de junho. Responsável por guiar a equipe na grande reação na Terceirona, onde tirou o Periquito da lanterna com um ponto e o colocou classificado na segunda fase, o treinador entregou uma carta de renúncia para a diretoria esmeraldina e deixou o comando técnico da equipe.

– Saio em um momento que o clube vai disputar uma segunda fase, que ninguém esperava. Quase 70% de aproveitamento. Não tenho que criticar nada, é um conjunto. Mas o futebol é isso. Saio pela porta da frente. – comenta Leonardo Ribeiro.

Leonardo Ribeiro deixa o Riograndense com um aproveitamento de 66,6%. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Leonardo Ribeiro deixa o Riograndense com um aproveitamento de 66,6%. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Embora não manifeste abertamente os motivos da sua saída, apenas confirma que buscará a sua qualificação profissional, a perda de jogadores importantes e a inércia da diretoria diante deste fato e também da não regularização do Estádio dos Eucaliptos contribuíram diretamente para a decisão de Leonardo Ribeiro.

– Chegamos em uma fase que queremos chegar. Não viemos para cá só para participar. Eu não vim pra cá para brincar de treinar e fazer número no Riograndense. – ex-técnico do Riograndense em resposta a dirigentes que teriam segundo ele declarado que o Riograndense “jogaria só por jogar” a Segunda Divisão em uma reunião realizada nesta última quarta-feira, dia 31 de maio.

Natural de Porto Alegre, mas radicado em Santa Maria, o Leonardo foi confirmado como técnico do Riograndense no dia 24 de abril como substituto de Michael Bohm. Após pegar o clube na última colocação do Grupo A com apenas 1 ponto, o treinador guiou o Periquito em oito jogos, sendo cinco vitórias, um empate e apenas duas derrotas. Um aproveitamento de 66,6%.

Por Bruno Tech, em 01/06/2017

Notícias Relacionadas