UFSM luta até o fim, mas sofre novo revés na Série Bronze

UFSM e ACF fizeram um jogaço neste sábado, dia 17, em um confronto direto na briga pela quinta colocação da chave. E os caçapavanos levaram a melhor, vencendo por 7×6, e abrindo três pontos em relação à Federal. Sem vencer a cinco partidas, a UFSM manteve a margem de cinco pontos à frente do oitavo colocado, já que o Palmeiras perdeu para o La Máquina em São Sepé.

Agora a UFSM enfrenta as duas equipes que tentam se aproximar da zona de classificação: La Máquina e Palmeiras. O jogo contra a equipe de São Sepé será no próximo sábado em Santa Maria. Uma vitória seria fundamental para as pretensões da Universidade em confirmar a classificação para a próxima fase.

UFSM sofreu a sua quinta derrota consecutiva na Série Bronze. (Foto: Isabela Kuplich/UFSM Futsal)

O jogo

Desde o início, as equipes mostraram que a partida seria muito movimentada. Logo aos 2 min 08s, a UFSM abriu o placar. Léo roubou uma bola no ataque e pisou para Jonatan, que chutou forte, cruzado, vencendo Ilo: UFSM 1×0. Menos de um minuto depois, a ACF buscou a igualdade. Cassiel passou para Diovani na segunda trave. Ele só precisou completar para o gol: 1×1. Aos 2 min 30s, Cassiel roubou a bola na metade da quadra e avançou sozinho. Super defendeu, cedendo escanteio para os donos da casa.

Até que, aos 6 min 05s, em contra-ataque puxado pela ala esquerda, Dida acertou o ângulo e colocou a equipe caçapavana em vantagem. Aos 7 min 29s, a ACF ampliou. Super defendeu chute de Cassiel, que ficou com o rebote e tocou para Diovani. O ala tocou de cabeça para a rede: ACF 3×1. Aos 8 min, após passe errado, Mateus avançou e chutou de bico, raspando o pé da trave.

Aos 12 min 29s, Raimar recebeu da cobrança de lateral e chutou forte. Ilo defendeu, a bola tocou na trave e sobrou dentro da área para Fiapo, que completou para o gol: ACF 3×2. Aos 13 min 17s, Mateus recuperou na área ofensiva e chutou cruzado. A bola bateu na trave e entrou: ACF 4×2. Aos 19 min 08s, Jean recebeu do lateral, dominou errado, mas conseguiu concluir para o gol. A bola foi no ângulo direito de Ilo, que nem se mexeu. Um golaço, descontando para 4×3. Pouco depois, Diovani ficou com a sobra da bola e arriscou para o gol, acertando a trave.

No segundo tempo, a ACF quase ampliou no primeiro minuto: Cassiel puxou contra-ataque e acertou a trave. Aos 3 min 36s, após recuperação da posse de bola, Jean recebeu na esquerda e arriscou chute cruzado, que bateu na trave e entrou: 4×4. Aos 5 min, Cassiel concluiu e Roque levantou o ombro para defender. Aos 7 min 15s, após passe errado da Federal, Cassiel avançou pela esquerda e chutou de bico no canto esquerdo de Roque: ACF 5×4.

Aos 8 min 48s, a bola sobrou na entrada da área e a bola chegou em Longaray. O jogador caçapavano dominou e tocou rasteiro, na saída de Roque: ACF 6×4. Aos 10 min, Léo roubou outra vez e passou para Arninho, que concluiu de carrinho. Ilo se esticou e espalmou para fora. Aos 13 min 01s, Canhoto driblou na ala e concluiu no canto: ACF 7×4.

Com o placar adverso, o técnico Gabriel pediu tempo e armou o goleiro-linha, que surtiu o efeito desejado. Aos 15 min 09s, Jean cobrou falta e encontrou Baldiatti na segunda trave, que completou para o gol: ACF 7×5. Vinte segundos depois, Léo roubou a bola e passou para Raimar. O pivô avançou pela direita e tocou para Léo, que escorou para a rede na segunda trave: ACF 7×6.

Aos 16 min, quase saiu o empate. Raimar recebeu dentro da área, dominou e concluiu. Ilo defendeu. Nos últimos minutos a UFSM conseguiu envolver a marcação, mas não criou chances claras para marcar. A ACF quase ampliou novamente, quando Cassiel arriscou para o gol vazio e a bola passou raspando a trave. Nos segundos finais, Dida deu um carrinho sem bola em Jean, para parar o contra-ataque da UFSM. O lance causou uma confusão que resultou nas expulsões de dois jogadores da ACF e do técnico Gabriel Pranke. Dida só recebeu o cartão amarelo. Placar final: ACF 7×6.

Por Bruno Tech, via Saul Pranke, Assessoria UFSM Futsal, em 18/06/2017

Notícias Relacionadas