De olho no topo do ranking em suas categorias, skatistas de Santa Maria partem para a quarta etapa da Liga Gaúcha de Street Skate

Mesmo sem uma pista ou local adequado para a prática da modalidade e treinamentos em Santa Maria, uma dupla de skatistas locais segue quebrando adversidades e dropando obstáculos para manter o nome da cidade entre os destaques do cenário gaúcho. Neste sábado e domingo, dias 5 e 6, Jean Senne e Gabriel Ouriques, atletas da Garagem Skateshop, sobem em seus carrinhos no município de Esteio para a quarta etapa da Liga Gaúcha de Street Skate com um único objetivo: se aproximar ainda mais do topo em suas respectivas categorias.

Considera um dos principais nomes da modalidade em Santa Maria, Jean Senne busca mais uma boa colocação em Esteio para subir no ranking. (Foto: Cauan Kehl)

Após três etapas realizadas na temporada 2017 da Liga Gaúcha de Street Skate Jean e Gabriel ocupam ambos a quinta colocação da categoria Amador 2 e Iniciante, respectivamente. Até o momento Jean Senne acumula um décimo lugar, um quarto e um décimo nono, totalizando 1905 pontos. Já Gabriel Ouriques vem de um vigésimo sexto, um sétimo e um oitavo lugar e soma 1638 pontos após passagens por Cassino, Bagé e Passo Fundo.

– Estou ansioso para andar e treinar lá (Esteio) antes do campeonato, já que aqui não temos uma pista adequada para treinar. Vou dar meu máximo e tentar uma colocação boa. E não me canso de agradecer a Garagem Skateshop pela oportunidade. – diz Gabriel Ouriques.

O skatista Jean Senne também projetou a etapa e lembrou da dificuldade de praticar a modalidade em Santa Maria, fazendo duras criticas a falta de incentivo local:

– Estou muito feliz de ter esta oportunidade de ir para os campeonatos. É uma satisfação imensa representar a Garagem Skateshop. Gostaria muito de também representar a cidade onde moro, mas a mesma não oferece nenhum suporte. Sou um atleta de 21 anos de idade, ando há 8 anos de skate e residente há 21 anos na cidade de Santa Maria, onde não tem nenhuma pista pública adequada para que todos os skatistas possam treinar. Existem duas pistas ridículas, mal projetadas e que nunca foram reformadas. É um absurdo, um descaso com o esporte e com a sociedade como um todo. Nós como sociedade sempre nos organizamos construindo obstáculos para andar, fizemos diversos pedidos de pista pública, mas infelizmente parece que o poder público impede a evolução dos indivíduos. Não digo isso como skatista, mas também como cidadão que trabalha, paga os impostos e deseja algo de qualidade, mas não encontro nem sequer um asfalto bom para dar uma embalada no carrinho.

Gabriel Ouriques é uma das grandes revelações do skate santa-mariense. (Foto: Naigon Farias)

Notícias Relacionadas