CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Em jogo histórico, Soldiers vende caro derrota para o Timbó Rex

Em uma tarde de céu azul e sol forte, o estádio Presidente Vargas foi palco neste sábado (02/09) de um dos maiores jogos de futebol americano da BFA, a principal liga brasileira. Invictos até então, Santa Maria Soldiers e Timbó Rex entraram em campo pela liderança da Conferência Sul da competição e não decepcionaram os cerca de 400 fãs que foram à Baixada mesmo com uma temperatura superior a 30 graus e presenciaram um espetáculo da bola oval, repleto de emoções, belas jogadas e entrega de ambos os lados. No final, melhor para os catarinenses, atuais bicampeões nacionais (Torneio Touchdown 2015 e Superliga Nacional 2016), que venceram pelo placar de 14 a 13.

Com a vitória, a equipe do Vale do Itajaí chega à quarta vitória e toma a liderança do Soldiers, que agora soma quatro vitórias e uma derrota, a primeira da temporada 2017.

A equipe catarinense volta a campo contra o São José Istepôs, no dia 16 de setembro. O mesmo adversário terá também o Santa Maria Soldiers, no dia 30.

O jogo

A primeira tentativa de ataque dos visitantes logo mostrou o que seria a tônica do primeiro quarto da partida. Sem praticamente deixar o Rex avançar nenhum palmo no campo, a defesa do Soldiers colocou o ataque santa-mariense em campo na linha próxima de 30 jardas, mas encontrou do outro lado uma defesa também atenta aos pontos fortes dos santa-marienses demonstrando que estavam duelando duas equipes que se estudaram muito para o duelo deste sábado.

Já no segundo quarto, os ataque chegaram a ameaçar, mas insuficiente para tirar o placar do zero. O mais próximo que os anfitriões conseguiram se perdeu quando o quarterback Douglas Rodrigues foi interceptado a pouco mais de 20 jardas da End Zone. Pelo Rex, um lançamento de Bassani que poderia aproximar o time da zona de pontuação, não teve o domínio de Tonolli.

[vc_row][vc_column][mk_image src="http://esportesul.com/wp-content/uploads/2017/09/soldiers-x-rex-2.jpg" image_height="600" desc="Soldier e Rex fizeram um duelo digno de grandes equipes. Foto: Diogo Viedo/EsporteSUL"][/vc_column][/vc_row]

A volta do intervalo, enfim, as investidas ofensivas funcionaram. Depois de quebrar a linha de tackles, Clair José avançou cerca de 20 jardas para deixar o Timbó Rex a menos de 5 jardas do seu primeiro touchdown, alcançado logo a seguir com investida terrestre do quarterback Bassani. Diego Boddenberg acertou o pé e converteu o ponto extra para deixar o marcador em 7 a 0 para os visitantes.

Pouco depois, Bassani achou o norte-americano Drew Hill ultrapassar a linha final mais uma vez. O Wide Receiver recebeu passe e correu mais de 40 jardas para ampliar a vantagem, acrescentada por nova conversão de ponto extra de Boddenberg. Timbó Rex 14 a 0.

O que parecia representar o fim das chances do Soldiers logo se transformou em mais um componente digno de grandes jogos. Sem se abalar em campo, os donos da casa tiveram maturidade e equilíbrio emocional para reagir. E foi ainda no terceiro quarto que Douglas Rodrigues acionou seu xará Elesbão que rasgou a linha defensiva do Rex e disparou sozinho mais de 40 jardas para recolocar o bicampeão gaúcho no jogo. Com o ponto extra confirmado por Fabrício Santana, o placar ficou em 14 a 7 para o Rex.

Apoiado pelo grito da torcida fiel, o Exército foi para cima e, após um fumble do quarterback Bassani, já no último quarto da partida, a dupla Douglas Douglas voltou a dar resultado. Com um passe preciso, o camisa 15 serviu o Wide Receiver Elesbão pela direita para anotar o segundo touchdown dos mandantes. Na tentativa de conversão de mini-touchodown, que daria dois pontos e a consequente virada no placar, Douglas forçou o passe endereçado a Marcos Spiess, que acabou saindo alto, fora do alcance do WR. Com o erro, o Rex manteve a vantagem em 14 a 13.

Nos minutos finais, as duas equipes ainda tentaram pontuar através de field goal, mas sem sucesso. Primeiro, o kicker Diego Boddenberg arriscou de uma distância de cerca de 40 jardas, mas errou o alvo. Com a posse, o Soldiers ganhou terreno e, restando 18 segundos, coube a Santana a missão, mas, com a bola distante mais de 50 jardas, o chute não teve força para chegar ao arco. Final na Baixada: Soldiers 13 x 14 Timbó Rex.

 - A gente mostrou o tamanho do nosso time e fez um jogo de igual pra igual. Tivemos chance até o final de ganhar essa partida. O Rex dispensa comentários, é o time mais forte do Brasil hoje e jogamos pau a pau com eles, então é só agradecer, comemorar. Para nós é uma vitória, não temos que baixar a cabeça, é só trabalhar duro que ainda tem muita competição ainda. - destacou o RB Guilherme Busanello.

Tabela de jogos do Santa Maria Soldiers pela BFA

08/07: Juventude FA 00 x 22 Santa Maria Soldiers
22/07: Santa Maria Soldiers 35 x 12 Curitiba Brown Spiders
05/08: Santa Maria Soldiers 31 x 21 Coritiba Crocodiles
20/08: Paraná HP 00 x 03 Santa Maria Soldiers
02/09: Santa Maria Soldiers 13 x 14 Timbó Rex
30/09: São José Istepôs x Santa Maria Soldiers

s2Member®