Com a apresentação contra o T Rex, Soldiers atinge um novo patamar no FA brasileiro

Mesmo com a derrota no último sábado diante da equipe do Timbó Rex pela quinta rodada do BFA, o Santa Maria Soldiers saiu de campo maior.

O seu adversário, o Timbó Rex não tem apenas o melhor time do Brasil, mas tem a melhor estrutura, o melhor planejamento e o maior investimento do país em futebol americano. Dono dos dois últimos títulos brasileiros do esporte e com vários jogadores americanos no seu elenco, o T Rex, como é conhecido, é considerado a maior potência brasileira na atualidade.

Mesmo com uma longa invencibilidade, havia uma certa desconfiança pelo fato do Soldiers ter enfrentado, na sua maioria, times gaúchos e não ter sido testado contra as grandes equipes do cenário nacional. Pois neste segundo semestre os testes vieram.

O time de Santa Maria joga na Conferência Sul do BFA, considerada uma das mais fortes da competição. Mesmo com todas as dificuldades de se fazer um esporte amador no interior do estado, o Soldiers foi superando os adversários um a um. Mantendo uma invencibilidade que já vinha desde o Gauchão, quando o Soldiers se sagrou campeão com 100% de aproveitamento. Na conferência sul foram Juventude, Brown Spiders, Coritiba Crocodiles e Paraná HP, todos times com muita tradição e que foram superados pelos soldados de Santa Maria, até que chegou a vez do temido T Rex.

Soldiers enfrentou de igual pra igual o melhor time do Brasil
Soldiers enfrentou de igual pra igual o melhor time do Brasil. Foto: João Inácio/EsporteSUL

Perder para o T Rex por apenas um ponto em um jogo que foi decidido nos mínimos detalhes, ainda mais na vitória mais apertada do T Rex na BFA até agora, mostra o quanto o Soldiers está preparado para encarar qualquer equipe do Brasil com excelência. Com a belíssima apresentação, o Soldiers mostrou que tem profissionais competentes, pois mais do que vontade e determinação, o futebol americano é um esporte que exige estudo, estratégia e planejamento.

A partida, considerada por muitos a melhor da temporada, foi um espetáculo à parte. Os dois times tinham chance de vitória até o último minuto. Não faltou qualidade dentro do campo e emoção para a torcida santa-mariense que compareceu em peso ao Estádio Presidente Vargas, apoiando do início ao fim da partida naquele que foi um dos maiores públicos do Soldiers no ano. Até mesmo os jogadores do time adversário elogiaram a torcida apaixonada do Soldiers que, segundo eles, “sabem torcer”.

O jogo do último domingo foi um marco histórico para o Soldiers e para o esporte santa-mariense. O feito, com certeza, já está repercutindo nacionalmente e o Soldiers começa a ser visto com outros olhos e respeitado como uma das equipes mais competentes do Brasil, levando o nome da cidade para fora da região por um motivo positivo.

O time da nossa cidade faz história no esporte que, apesar de ainda estar engatinhando, é um dos que mais cresce no país. No maior jogo da sua história, o Soldiers fez bonito, encheu seus torcedores de orgulho e mostrou que pode começar a escrever seu nome na história do futebol americano, dessa vez em um nível nacional.

João Inácio Pereira é santa-mariense, estudante de Jornalismo da UFSM e colaborador do EsporteSUL desde 2017.

Notícias Relacionadas