Jovem santa-mariense recebe bolsa para jogar tênis em Universidade nos EUA

Das quadras do Avenida Tênis Clube (ATC) para o mundo, Fernando Siqueira Girondi, de apenas 19 anos, conseguiu uma oportunidade dos sonhos. O Jovem santa-mariense ganhou uma bolsa de estudos para jogar tênis enquanto estuda Engenharia Mecânica na University of Texas of the Permian Basin, em Odessa, no Texas, Estados Unidos.

Fernando começou no tênis com apenas 5 anos. De lá para cá foram vários anos praticando o esporte nas quadras do ATC. O clube possui rankings e campeonatos internos, onde Fernando frequentemente participava e mantinha-se bem qualificado. Por volta dos 8 anos de idade começou a disputar torneios pelo Rio Grande do Sul. Com a bolsa e a oportunidade de morar no exterior, será a primeira vez do atleta em quadras fora do território brasileiro. Defendendo a Universidade do Texas, o jovem terá como o principal competição a NCAA, a maior liga universitária americana, divisão 2, fazendo parte da Lone Star Conference, que já começa semestre que vem. Além disso, Fernando disputará outros campeonatos menores e amistosos.

– É uma oportunidade incrível. Vou ter a chance de estudar, em um país de primeiro mundo, sem deixar de praticar o esporte que eu gosto ainda em alto nível. Isso não seria possível no Brasil, uma vez que a maior parte das pessoas, quando entram na universidades, deixam de treinar e competir em grandes torneios – comenta o atleta.

Fernando em seus primórdios no Tênis, nas quadras do Avenida Tênis Clube (Foto: Arquivo Pessoal)

Após passar pela SAT (prova americana aos moldes do vestibular) e ao TOEFL (prova de proficiência em inglês), o santa-mariense teve de enviar vídeos jogando tênis para ser avaliados por treinadores das mais diversas Universidades Americanas. Ao final deste processo, Fernando recebeu propostas de quatro Universidades para ganhar uma bolsa de estudos. São elas: Daemen College (Buffalo, NY), Averett University (Virginia), Belhaven University (Mississipi) e a The University of Texas of the Permian Basin (Odessa, Texas).

– Logo que terminei o colégio, no início de 2016 comecei a ir atrás da oportunidade de estudar e jogar fora. Para isto tive que fazer duas provas de conhecimento e ter o meu desempenho quanto tenista avaliado. Eu decidi ir para o Texas por ser uma região rica e em expansão, pela infraestrutura e pelo curso – conta Fernando.

Notícias Relacionadas