Em busca de marca histórica, Fernando Sanches, Jordan Martini e Eduardo Braga encaram etapa final do Gaúcho de Velocross

Será na pista localizada no Parque de Eventos do Município de Marau, Lauro Ricieri Bortolon, na região norte do Rio Grande Sul, que o santa-mariense Fernando Sanches poderá entrar mais uma vez para a história do motociclismo gaúcho. Multicampeão no estado, o atual bi brasileiro de velocross na VX4 chega até a sétima etapa, válida também como a segunda etapa do Sul Brasileiro, como líder em três categorias e podendo conquistar um feito inédito caso confirme o título nas categorias importadas VX3, VX4 e VX5.

Na VX3, Fernando venceu quatro das seis etapas e soma 144 pontos, contra 125 do vice-líder Julio Cesar Balzan, de Tupanciretã. Para ficar com o título, Sanches precisa apenas pontuar para não ser mais alcançado pelo concorrente.

Na VX4, a disputa se repete entre os dois. Com três vitórias em seis provas, Fernando soma 141 pontos. Com 125, Julio Balzan é o único que pode alcançar o piloto de Santa Maria.

Na categoria VX5, o representante da equipe Auto Giro chega à última prova com cinco vitórias na campanha. Com 147 pontos, mantém 12 pontos à frente de Julio, na disputa mais acirrada pela conquista.

Outros dois competidores de Santa Maria chegam à etapa final do Campeonato Gaúcho de Velocross com boas chances de título. Eduardo Braga é líder na 55 cc B, com 132 pontos. Augusto Wening, de Montenegro, com 125, é o rival na busca pela taça de 2017. Na 230 cc Pro, Jordan Martini venceu quatro e soma 137 pontos liderando a corrida. Ameaçando o título está Gustavo Freitas, de Barros Cassal, com 125. Na Nacional Força Livre, Jordan é terceiro, cinco pontos atrás dos líderes Alex Alarcon, de Montenegro, e Dyoi da Costa, de Ciriaco.

Fernando Sanches (44) pode garantir três títulos neste final de semana. Foto: André Charão/FGM

Notícias Relacionadas