De volta a elite do boxe nacional, Sidnei Gonçalves disputa semifinal do Torneio Sul Sudeste nesta terça-feira

Desde o último domingo em Balneário Camboriú, norte de Santa Catarina, o pugilista santa-mariense Sidnei Gonçalves conheceu na tarde desta segunda-feira, dia 6, o seu adversário de estreia em mais um Torneio Sul Sudeste, competição que reúne boxeadores de seis estados e serve como classificatória para o Campeonato Brasileiro de Boxe Elite.

Após sorteio realizado pela Confederação Brasileira de Boxe, Sidnei medirá forças nesta terça-feira pela semifinal da divisão dos Super Pesado (acima de 91kg) contra Felipe Oliveira, da seleção de Santa Catarina. Será o terceiro confronto dos dois boxeadores na história, com uma vitória para cada lado até o momento.

– Vai ser uma luta muito difícil. Tanto eu como ele lutamos na categoria até 91kg e agora estamos na Super Pesado. Ele tem uma envergadura maior que a minha e vou ter que encurtar o espaço, colocar em prática tudo que venho treinando. Cada ano nos aperfeiçoamos mais. Será uma luta dura e espero sair com a vitória. – comenta Sidnei Gonçalves.

Se vencer Felipe Oliveira o pugilista santa-mariense irá enfrentar na final o ganhador da luta entre Cosme dos Santos, de São Paulo, e Magno Lopes, do Rio de Janeiro.

Sidnei Gonçalves vai atrás da vaga no Campeonato Brasileiro. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Está será a quinta vez que Sidnei Gonçalves sobe nos ringues pelo Torneio Sul Sudeste. Entre as quatro participações anteriores o responsável pela equipe Boxe RG soma duas medalhas de bronze, em 2013 em Osório e em 2016 no Espírito Santo.

Já o outro santa-mariense selecionado pela Federação Riograndense de Pugilismo para competir no Sul-Sudeste, Bruno Massen, não consegui bater o peso (52kg) e acabou fora do card de lutas.

Notícias Relacionadas