Universitário enfrenta Planalto valendo vaga na elite estadual em 2018

Quis o destino que a última partida no ano do Universitário Rugby Santa Maria (URSM) fosse aquela mais importante para o clube ao longo de toda temporada. E também para a próxima. Sexto e último colocado na Primeira Divisão 2017 com seis derrotas em sete partidas,  o clube celeste e negro disputa uma repescagem contra o campeão da Segunda Divisão, o Planalto Rugby Clube, em Passo Fundo, valendo nada mais nada menos que a sua permanência na elite estadual. Em caso de derrota o Universitário será rebaixado para o segundo escalão do rugby estadual.

– É difícil decidir quando será o jogo mais importante da história de um clube, a cada ano novos desafios aparecem. Mas posso dizer que esse é o jogo mais decisivo na minha opinião. Acredito ser o que vai responder o que será o rugby a partir dos próximos anos. – resume o técnico e atleta do Universitário, Bryan Backes.

Só a vitória interessa ao Universitário neste domingo. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

A boa notícia para a partida fica pela volta de jogadores importantes ao elenco do U. Além de Adriano Canofre e Maurício Ribeiro que já atuaram na última partida do clube na Copa RS, estão relacionados para o duelo decisivo Rodrigo Guadalupe, Rafael Padoin, Marcos Bedin, Lucas Bilhão e Guilherme Bandeira, atletas que fizeram parte do bicampeonato da Segunda Divisão (2015 e 2016) e que também atuaram no primeiro semestre de 2017 pelo clube. Reforços importantes para enfrentar o Planalto, na qual segundo o técnico Bryan Backes chega como favorito na repescagem.

– Temos notícias que o jogo está sendo tratado por eles (Planalto) com muita seriedade e motivação, onde se organiza um grande evento. Espero que apresentamos um rugby a altura e importância desse jogo. Esse ano eles estão onde há pouco tempo estávamos e vejo que com um rugby mais organizado. Eu acrescento isso a reaproximação deles com Alejandro Luna (auxiliar técnico) um dos meus ídolos aqui dentro do Rio Grande do Sul. Coloco neles um favoritismo por serem os campeões, nos somos o time de pior campanha. Por isso temos que ir concentrados e focados, sabendo a nossa realidade. Treinamos para fazer esse jogo, buscamos nos preparar para eles, tamanho o nosso respeito pela campanha que eles apresentaram na Segunda Divisão. Só espero dar um jogo do tamanho da importância dessa partida. – afirma Bryan.

A partida tem início às 15h de domingo, no Campo da Brigada, em Passo Fundo.

Notícias Relacionadas