Brasil-PE quebra jejum de 22 anos e vence Inter no Bento Freitas

O Internacional foi derrotado pelo Brasil, de Pelotas, na tarde deste domingo, por 1 a 0, em Pelotas. O gol do jogo foi marcado por Itaqui, aos 39min do primeiro tempo. O Inter ficou com um jogador a menos aos 33min do primeiro tempo, quando o juiz Roger Goulart se equivocou ao aplicar o segundo cartão amarelo no lateral Ruan, em lance de falta normal. Com o resultado, o Inter finalizou a quinta rodada do Gauchão com três vitórias e duas derrota, permanecendo na terceira colocação. A equipe volta a campo quinta-feira, diante do São José, no Beira-Rio.

Equipe com mudanças

O Inter foi a campo com uma equipe alternativa em função do grupo ainda estar em período de aprimoramento físico. Com isso, o técnico Odair escalou apenas Iago e Rodrigo Dourado do time que havia conseguido a classificação na Copa do Brasil, na última quarta, em Cascavel. A equipe começou com Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho, Patrick e Camilo; Roger.

Uma chance para cada lado

O Brasil de Pelotas começou forte. Aos 30 segundos, Éder Sciola recebeu cruzamento na área e acertou chute para boa defesa de Marcelo Lomba. Aos poucos, o Inter impôs sua marcação no meio e começou a sair em contra-ataques rápidos puxados por Patrick, pelo corredor esquerdo, e Marcinho, pela direita. A marcação dos dois times não deixava muitos espaços de criação, e as oportunidades de gol rareavam nos primeiros minutos. Mas aos 19, o Inter quase chegou lá. Patrick foi à linha de fundo e cruzou para Roger, que arrematou de pé direito para defesa salvadora de Pitol, em lance muito parecido com a primeira chegada do time pelotense.

Arbitragem se atrapalha contra o Inter

Aos 33min, o juiz Roger Goulart desequilibrou a partida. Ruan fez falta normal no meio-campo, e o árbitro lhe apresentou o segundo cartão amarelo, deixando o Inter com um jogador a menos. Para recompor o lado direito da defesa, Iago passou para a direita e Patrick foi pra esquerda. Aos 39min, Itaqui pegou sobra na entrada da área e chutou, a bola desviou na zaga e entrou. Brasil-Pel 1 a 0. No restante da etapa, pouca coisa aconteceu. Quando o juiz encerrou o primeiro tempo, os jogadores colorados reclamaram da expulsão equivocada do lateral Ruan. E Pottker, que estava no banco, recebeu amarelo.

Mudança no intervalo

No intervalo, o técnico Odair Hellmann sacou Camilo para colocar Cláudio Winck e recompor o lado direito da defesa, voltando Iago pra lateral-esquerda. Mesmo com um jogador a menos, o time colorado voltou buscando o ataque, enquanto a equipe pelotense se posicionava na defesa e buscava os contra-ataques. Aos 3min, Winck cobrou falta para boa defesa de Pitol. Aos 12, em contra-ataque, Toty pegou sobra e concluiu com perigo. Em seguida, saiu Marcinho e entrou Pottker no Inter. Aos 16, Pottker em lance de raça recuperou a bola e tocou para Roger concluir por cima.

Igualdade de jogadores no finalzinho

Aos 19min, Itaqui arriscou da intermediária com muita força, e Lomba fez grande defesa. Aos 29, Pottker recebeu na área e cruzou para Roger, mas Pitol defendeu. Aos 31, a última modificação colorada: entrou o meia Juan Alano e saiu Roger. Aos 40, Leandro Leite pegou rebote na área e concluiu, a bola desviou na defesa e foi na rede pelo lado de fora. Aos 44, Charles foi derrubado por Lendro Camilo, que recebeu o cartão vermelho, deixando os dois times em igualdade de jogadores novamente. Nos últimos minutos, o Inter tentou pressionar, mas a defesa do Brasil conseguiu evitar o gol de empate.

Inter foi a campo com time alternativo e foi superado pelo Brasil. Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Ficha técnica:

Brasil-Pel (1): Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Collaço; Leandro Leite, Itaqui (Sousa), Toty, Deyvid Sacconi (Luiz Henrique) e Calyson; Luiz Eduardo (Robério). Técnico: Clemer.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho (William Pottker), Patrick e Camilo (Cláudio Winck); Roger (Juan Alano). Técnico: Odair Hellmann.

Gol: Itaqui (B), aos 39min do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Ruan, Marcinho, Pottker, Daniel, Charles, Cláudio Winck (I), Heverton, Deyvid Sacconi, Leandro Camilo, Éder Sciola, Itaqui (B)

Expulsões: Ruan (I), Leandro Camilo.

Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Alduino Mocelin e Michael Stanislau.

Local: Estádio Bento Fretas, em Pelotas.

* Via Assessoria Internacional.

Notícias Relacionadas