Com vitória de estreante, boxe santa-mariense inicia temporada de forma positiva

O boxe santa-mariense encarou no último domingo (04/02), o primeiro desafio da temporada 2018 nos ringues e da melhor maneira possível. Em Canoas, o estreante Leonardo Menezes venceu seu duelo contra o rival da equipe da casa Leonardo Ventura, no Torneio Estímulo Kid Trovão, realizado no ginásio Bolão Gaúcho.

Atleta da equipe Cavitchoni, Leonardo, de 21 anos, venceu a luta de três rounds por vitória por pontos em decisão unânime dos árbitros.

Para o mestre Jonas Cavitchoni, o triunfo do atleta que chegou a desistir do boxe, tem um significado muito forte para o professor que resgatou a vontade de vencer do jovem boxeador, que fez uma preparação de cerca de quatro meses antes de vencer seu rival que sustentava um cartel de três lutas invictas.

– Cada atleta tem seu ”problema”. Eu como professor tenho que saber lidar com isso. Temos que conversar com o atleta, saber da vida dele, tentar entender o que passa na sua cabeça e assim construir um “lutador”. Muito importante conversar. – aponta Jonas, que destaca as principais virtudes do jovem boxeador:

– Atenção, persistência, garra, determinado. – elogia o atleta que, em um ano, subia na balança pesando mais de 100 kg e hoje mantém peso na faixa de 73 kg.

Boxeador de Santa Maria escreveu seu primeiro capítulo nos ringues vencendo oponente de forma unânime. Foto: Divulgação/Cavitchoni

– Já cheguei a pesar 106kg, sofria muito por isso. Com o decorrer do tempo minha vida foi mudando. Comecei trabalhar nos meu objetivos de vida e alguns deles era carreira militar e o boxe. Comecei a treinar com Jonas há um ano e meio, por aí. No começo não foi fácil, cheguei a achar que seria impossível. Treinava todos os dias, uma das minhas grandes frustrações era minha grande dificuldade para aprender boxe comparado aos outros, não conseguia focar nos treinos, saía todos os dias com nariz sangrando. Achei que aquilo não era para mim, treinei por um tempo e parei, até que o Jonas me procurou e me chamou para voltar a treinar para lutar. Fiquei inseguro, mas resolvi tentar outra vez. Voltei decidido a ser minha última tentativa. Treinei quatro meses e o mestre me falou que eu estava pronto, que já poderia lutar minha primeira luta. Ele ficou até impressionado com minha grande evolução em tão pouco tempo. Sou muito grato a ele por não ter desistido de mim e ter acreditado em mim até quando eu já não acreditava mais. – revela o talentoso boxeador, que perdeu 17kg para a sua luta de estreia.

Técnico Jonas Cavitchoni ao lado de Leonardo após a vitória do domingo. Foto: Divulgação

Notícias Relacionadas