Amistoso contra sub-20 da Chape foi de reencontros com ex-alvirrubros

A segunda-feira (12) foi de testes para o time reserva do Inter-SM no jogo-treino contra o elenco sub-20 da Chapecoense e também de reencontros no Estádio Presidente Vargas.  Isto porque na delegação catarinense estavam dois velhos conhecidos da torcida e ex-profissionais alvirrubros.

Dentro de campo, ostentando a camisa 6 da Chape, estava o santa-mariense Fernando. Aos 18 anos o lateral está desde novembro passado atuando na Arena Condá, após uma breve passagem pelo Grêmio Osasco e de ser a grande revelação do Inter-SM na Divisão de Acesso 2017.

No início da atual temporada, antes de se apresentar no time sub-20 da Chapecoense no meio de fevereiro, Fernando chegou inclusive a realizar parte da pré-temporada 2018 com o Inter-SM, após o clube alvirrubro abrir suas portas para o atleta manter o seu condicionamento físico.

– Foi muito bom retornar a Baixada, onde joguei uma temporada e fui muito feliz. Foi bom reencontrar amigos, bater aquela resenha. Aproveitei também para ver familiares. Aqui é um lugar especial para mim. – diz Fernando.

O lateral também comentou sobre o primeiro teste do ano para a Chapecoense e sobre os trabalhos até aqui:

– Foi só nosso primeiro jogo e ainda temos muito o que melhorar. Nosso entrosamento já está bom. Procuramos nos treinamentos atender bem o que o professor Fabinho passa. Estamos no caminho certo. Agora é seguir treinando forte, da mesma maneira, para chegar bem para nossa estreia oficial.

Santa-mariense Fernando atuou durante boa parte do jogo-treino contra o Inter-SM e foi um dos destaques da Chapecoense. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Já fora de campo o ex-Inter-SM era o atual preparador físico do time sub-20 da Chapecoense, Gustavo Pires. Natural de São Sepé, Guto, como é conhecido, também estava no grupo alvirrubro que encerrou a Divisão de Acesso do último ano na terceira colocação e muito próximo do acesso.

– É sempre bom reencontrar os profissionais com quem trabalhamos e também conhecer outros nomes que estão na atividade. Fiquei muito feliz por ver que o Inter está dando continuidade no trabalho, isto é muito bom, difícil de se ver no futebol e tem que ser exaltada a escolha da diretoria em manter um trabalho. Esse início de trabalho está sendo uma fase ruim que logo vai passar. – disse o preparador físico Gustavo Pires, que também comentou sobre o amistoso, sobretudo a elogiada parte física da Chape mesmo em início de pré-temporada:

– Nos temos apenas três semanas de trabalho, é o nosso primeiro amistoso do ano. A maioria desses atletas são todos 99 e 2000, com duas exceções. Ficamos muito felizes em ver que o trabalho dentro da Chapecoense está tendo evolução, até mesmo por hoje nos termos enfrentados um time profissional, uma equipe muito forte, com um trabalho muito.

Após o reencontro com amigos e familiares na Baixada, Fernando, Gustavo Pires e o restante do elenco sub-20 já iniciaram o retorno para Chapecó, onde nesta terça-feira a equipe encara um novo jogo treino contra o time principal do clube catarinense. Já no final de semana o adversário será o Três Passos, em mais um compromisso na pré-temporada 2018. A primeira partida oficial do ano ocorre pela primeira fase Copa do Brasil Sub-20, contra o Londrina, no dia 28 de março, no Paraná.

Gustavo Pires integrou a comissão técnica do time sub-17 antes de ser o preparador físico do elenco do sub-20 da Chapecoense. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Notícias Relacionadas