Ex-Novo Horizonte, Marcelo Prestes é o novo técnico das categorias de base do Internacional

Depois de praticamente uma vida inteira à serviço da Sociedade Esportiva Novo Horizonte, ou mais precisamente nove temporadas dos seus 27 anos defendendo as cores laranja e preta, o técnico Marcelo Prestes se desligou do clube santa-mariense no início de 2018 para buscar novos desafios para a sua auspiciosa carreira.

Passados quase três meses os tais desafios procurados já começaram efetivamente para o treinador. E o detalhe: em um dos maiores clubes do futebol brasileiro. Nesta última terça-feira (10), já da capital gaúcha, Marcelo Prestes anunciou oficialmente o seu acerto com o Internacional, de Porto Alegre, onde passa a ser um dos profissionais do corpo técnico das prestigiadas categorias de base do colorado.

O treinador será responsável direto pelo elenco sub-9 além de auxiliar outras categorias da Escola Rubra, assim chamado as categorias de iniciação do Celeiro de Ases, e irá trabalhar na formação de futuras promessas do Inter no futebol de campo e também futsal.

– A oportunidade é muito boa. Sei da responsabilidade de representar um clube gigante. A ideia é desenvolver um trabalho a longo prazo e que possamos crescer cada vez mais. Da mesma forma buscar uma qualificação profissional permanente para que o trabalho tenha qualidade e possamos colher bons frutos na sequência. – comenta Marcelo Prestes.

Marcelo Prestes em suas primeiras atividades como técnico das categorias de base do Internacional. (Foto: AP Manjoli)

Formado em Educação Física na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) em 2011, local que também teve suas primeiras experiências à beira da quadra com o time de futsal, o santo-angelense Marcelo Prestes passou por todas categorias do Novo Horizonte desde 2009 até o início de 2018, tanto no futebol de campo como futsal, e participou dos principais campeonatos de base do estado e país no papel de treinador ou auxiliar técnico.

– Dentro do Novo Horizonte procureis sempre me envolver para que as coisas melhorassem e evoluíssem. Sempre tive um envolvimento com outras categorias mesmo que não fosse da comissão técnica. Sempre procurei acompanhar um clube como um todo e isto me deu uma vasta experiência em relação a categoria de base. Foi muito importante para conhecer muitas pessoas no futebol e a partir daí ter contatos bons tanto para qualificação profissional como oportunidades. – diz Prestes.

Paralelo ao trabalho no clube laranja e preto, o treinador atuou na Escola de Futebol G2, também na iniciação de atletas e ensinos esportivos, e atuou como professor de edução física no Colégio Marista Santa Maria. Todos como papel fundamental para a evolução do treinador Marcelo Prestes e fundamentais para chegar ao Gigante da Beira-Rio.

– Sempre procurei tentar fazer na minha vida profissional aliar a questão prática com a questão teórica. Desde que comecei no Novo Horizonte aliei isso à cursos, capacitação, leituras, envolvimentos com graduação e pós-graduação. A partir disto procurei construir uma prática próximo daquilo que é trabalhado na teoria, ter uma realização boa disto para que cada vez mais pudesse crescer como profissional. – finaliza o agora treinador colorado.

Treinador será um dos responsáveis por lapidar futuros craques em um clube que tem em sua marca a formação de jogadores. (Foto: AP Manjoli)

Notícias Relacionadas