União Independente abre a sua quinta Série Bronze contra o Gaúcho neste sábado

Quando o árbitro apitar em Tupanciretã na noite do próximo sábado (21) o União Independente Futsal iniciará oficialmente a disputa da sua quinta Série Bronze consecutiva em oito anos de clube. Uma marca significativa para o futsal santa-mariense e que coloca o elenco áureo-cerúleo como um dos times mais experientes da atual terceira divisão do futsal gaúcho.

Contudo, o desejo de todos no União é que seja a temporada de despida da competição. Apostando na experiência acumulada nos últimos anos, na base da equipe que chegou as oitavas de final em 2017 e em reforços pontuais, o time dirigido pelo técnico Henrique Braibante mira como não poderia ser diferente o acesso para a Série Prata. Um sonho do União e de toda Santa Maria.

– Cada vez mais o União vem se consolidando, vem crescendo tanto nas campanhas como na parte estrutural. Hoje já é um clube referência no interior do estado e vem a cada ano melhorando. O União está no caminho certo. Não é fácil e mesmo assim o União está há cinco anos nesta luta. Eu me sinto honrado de estar no grupo deste ano, muito bem pensando pela diretoria e comissão técnica. Mas de nada adiante ter no papel e não colocarmos em prática nas quatro linhas. – diz o goleiro Edinho, que também comentou sobre a pressão pelo ingresso no segundo escalão do futsal:

– Estamos bem cientes da pressão que temos, dentro de Santa Maria e dentro do clube. Uma pressão interna dos próprios atletas, pois sabemos da nossa qualidade. Amanhã começa mais uma etapa, mais um desafio. Trabalhamos com metas, toda semana teremos uma nova meta e iremos trabalhar para alcança-lá. Tudo para chegarmos lá no dia 24 de novembro e alcançar nosso objetivo principal. Sabemos que é difícil, é uma competição longa, tudo pode acontecer, mas sabemos também que se fizermos por merecer e colocar em prática tudo que a gente sabe temos chances de chegar bem longe.

Na primeira meta do tão sonhado acesso está o Gaúcho, adversário deste sábado, às 19h, no Ginásio Bonumazão, na partida de abertura do Grupo 2.

Para o confronto o técnico Henrique Braibante tem dois desfalques confirmados. O fixo Lucas Moraes, com lesão no tornozelo, e o pivô Felipe Bochecha, com problemas de saúde, não viajam para Tupanciretã junto com a delegação. Em contrapartida o ala Dida, um dos reforços para 2018, está recuperado da lesão na coxa e fica à disposição para a estreia na Série Bronze.

Confira os atletas relacionados: Edinho, Felipe Super, Giovani, Roger, Ricardo, Lucas Peres, Fernandinho, Dida, William, Juninho, Raí, Felipinho, Iago e Thiago.

Principal clube do futsal santa-mariense na atualidade, União Independente é um dos candidatos ao acesso em 2018. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Notícias Relacionadas