Renato Brum é Santa Maria na maior prova de triathlon da América Latina

Quatro anos depois a cidade de Santa Maria está de volta ao Ironman Brasil, a maior e mais temida prova de triathlon de toda América Latina. Desta vez, o responsável por representar o Coração do Rio Grande será Renato Brum, atleta que coleciona inúmeras honrarias no duathlon e triathlon estadual e que pela primeira vez irá testar os limites do seu corpo na disputa em Florianópolis, capital de Santa Catarina, apontada também como uma das mais tradicionais e importantes do calendário internacional da modalidade.

[vc_row][vc_column][mk_image src="http://esportesul.com/wp-content/uploads/2018/05/renato-brum.jpg" image_size="full" desc="Renato Brum espera ser o terceiro atleta de Santa Maria a completar o Ironman Brasil. (Foto: De Olho no Atleta)"][/vc_column][/vc_row]

E são os próprios números do Ironman Brasil que traduzem o tamanho da sua força, prestígio e também o desafio que espera por Renato. Ao lado do santa-mariense neste próximo domingo (27) estarão aproximadamente 2.500 competidores de 44 países e pela frente 3,8 km de natação, seguidos de 180,2 km de ciclismo e por fim mais 42,2 km de corrida. E um detalhe: tudo isto com tempo limite de conclusão de 17 horas.

Para encarar o que para muitos parece loucura, Renato Brum não mediu esforços em sua preparação. Foram doze meses de treinos intensos supervisionados pelo treinador Daniel Cerda e acompanhamento de nutricionista e fisioterapeuta. Neste período o triatleta realizava em média dez a doze treinamentos semanais, fechando 14 e 17 horas de atividades. Apenas na última semana é que as atividades foram reduzidas por conta da proximidade do evento.

- Foram praticamente doze meses de treinos. Muito volume variando de modalidade em cada semana. Nas semanas de natação forte eu reduzia a corrida e a "bike", na outra volume de corrida aí menos natação e "bike" e assim foi sucessivamente durante essas quase vinte semanas semanas que antecederam a prova. Muita dedicação e foco para não fugir da planilha. - afirma Renato Brum, que diz estar também preparando psicologicamente para uma prova tão dura e desgastante:

- Os próprios treinos longos já te fazem ficar forte psicologicamente. São tantas horas sozinho nadando, principalmente pedalando que acaba fazendo com que o cara foque. Mas assim como fisicamente é um processo de treinamento, que cada dia tu consegue segurar um pouco mais. Aprende a sentir e respeitar os limites do corpo.

A largada da categoria de Renato Brum, a 35-39 anos, ocorre às 7h10min de domingo, na praia de Jurerê Internacional.

- Quero agradecer ao empenho e paciência do treinador Daniel Cerda que já está me treinando há dois anos e dois meses, ao Jajá que sempre que eu precisei algum hora pra fazer a fisio não media esforços e ao Patrick Martelli, que foi meu mentor lá em 2014 quando ele foi fazer o Ironman. - completa o triatleta.

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter