Faixa marrom Mel Cueto é campeã mundial de jiu-jitsu, na Califórnia

A faixa marrom Mel Cueto atingiu o ápice da sua carreira de quase dez anos de batalhas no jiu-jitsu. Na noite desta última sexta-feira (01/02) a atleta de 27 anos foi coroada como um dos maiores nomes da arte suave do mundo ao sagrar-se campeã do World Jiu-jitsu Championship, o principal campeonato da modalidade e organizado pela IBJJF (International Brazilian Jiu-Jitsu Federation), realizado tradicionalmente na pirâmide de Long Beach, Califórnia nos Estados Unidos, contando com a participação das principais feras do jiu-jitsu de todo o planeta.

– Ainda não caiu a ficha. Isto é uma coisa que eu sonhava há muito tempo em ser campeã mundial aqui. Já tinha sido campeã mundial pela CBJJE na faixa roxa, mas não é o mesmo evento. Aqui no Estados Unidos, na Califórnia, é onde estão os melhores do jiu-jitsu. E graças a Deus deu tudo certo. No início do ano aconteceram algumas coisas desagradáveis, achei que o ano seria ruim, cheguei a me desmotivar. Assim acho que deixei um pouco de lado querer tanto ser campeã aqui nos Estados Unidos. Mas fico muito feliz em ver que consegui dar a volta por cima. Conquistei o Campeonato Brasileiro também que ainda não tinha e agora este Mundial. Deus me deus na hora certa. – comemora Mel Cueto, que vê o título mundial como um resposta para si e para quem desacreditou em seu potencial e já faz sonhos maiores para o futuro:

– Fico muito feliz de ter esta resposta de que eu não estou errada em sonhar, eu não estou errada em seguir buscando tudo, mesmo embora eu não tenha tanto suporte e muitas pessoas tenham feito eu desacreditar de que não poderia bater de frente com alguém de uma equipe grande por ser do interior. Mas eu sempre segui acreditando em mim mesma e aí está o resultado. Agora eu quero mais. Espero ano que vem voltar aqui e já ser campeã na faixa preta. Vou treinar muito para isso, sei que tenho muito o que melhorar ainda. Mas vou fazer tudo que estiver ao meu alcance e conquistar isso também.

Faixa marrom Mel Cueto conquistou a maior honraria do mundo no jiu-jitsu. (Foto: Kenny Jewel/IBJJF)

O título que eleva o nome de Mel Cueto a outro patamar do jiu-jitsu gaúcho e brasileiro ao mesmo tempo em que confirma o seu grande momento veio após quatro combates e quatro vitórias em Long Beach pela categoria Adulto/Meio Pesado. Na grande final a atleta superou a americana Ane Svendsen, da GF Team.

– Eu estou no meu melhor momento e pretendo aproveitar isso da melhor maneira. Um dia vou ser referência mundial na faixa preta feminino. – destaca a lutadora.

Vale lembrar que Mel já havia sido campeã mundial, porém da competição chancelada pela Confederação Brasileira de Jiu Jitsu Esportivo (CBJJE). Em 2016, quando ainda defendia a Drill BJJ, a lutadora faturou o double gold na categoria e absoluto.

Notícias Relacionadas