Brasil goleia El Salvador em Washington

Com estreias em campo, a Seleção Brasileira goleou a equipe de El Salvador por 5 a 0 nesta terça-feira (11), no FedEx Stadium, em Washington (EUA). Os gols foram marcados por Neymar, Richarlison (duas vezes), Philippe Coutinho e Marquinhos.

Observando bem os convocados para os amistosos de setembro, o técnico Tite iniciou a partida com seis mudanças em relação ao teste diante dos Estados Unidos, na última sexta-feira, e ainda fez as seis substituições permitidas na partida. Resultado: ganhou boas opções para o novo ciclo da Canarinho.

Duelo na capital norte-americana fechou a excursão brasileira. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O jogo

A goleada brasileira começou logo no início da partida em Washington. Aos dois minutos, Richarlison recebeu entrada do zagueiro Domínguez na área, e o árbitro assinalou o pênalti. Neymar cobrou com tranquilidade para fazer 1 a 0. Depois, aos 15, Neymar arrancou e tocou para a esquerda. Richarlison recebeu e chutou de primeira, no ângulo esquerdo do goleiro Hernández: 2 a 0. Philippe Coutinho quase marcou o terceiro aos 21, mas acertou o travessão. Mas, aos 29, o camisa 11 deixou o dele. Após receber a bola sem marcação na meia-lua, o meia chutou sem chance para o camisa 1 salvadorenho: 3 a 0. A equipe adversária não deu trabalho para a Canarinho. Em uma das pouquíssimas chegadas, aos 42, a bola chegou ao ataque pela direita, mas o cruzamento rasteiro foi cortado por Dedé.

Na volta do segundo tempo, o técnico Tite aproveitou para observar novos jogadores, colocando Felipe e Fred nos lugares de Dedé e Casemiro, respectivamente. Logo aos cinco minutos, Richarlison marcou mais um. Coutinho tentou a jogada individual, foi desarmado na área, e a bola sobrou para o camisa 9 chutar de canhota e fazer 4 a 0. Com a boa vantagem no placar, novas alterações: Everton, Lucas Paquetá, Willian e Andreas Pereira substituíram Coutinho, Richarlison, Douglas Costa e Arthur, respectivamente. E o placar poderia ser ainda maior. Everton beliscou a trave, Hernández defendeu finalizações de Neymar, Willian e do próprio camisa 21. Mas, aos 44, mais uma bola entrou. Neymar cobrou escanteio da esquerda, e Marquinhos subiu sozinho para testar firme e liquidar a fatura: 5 a 0.

Brasil: Neto, Éder Militão, Dedé (Felipe), Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro (Fred), Arthur (Andreas Pereira) e Philippe Coutinho (Everton); Douglas Costa (Willian), Richarlison (Lucas Paquetá) e Neymar.

* Via Assessoria CBF.

Notícias Relacionadas