“Espero dar muitas alegrias para o Tricolor”, afirma Tetê, a nova joia gremista após passagem pela Baixada

Uma das maiores joias do Grêmio e promessas do futebol brasileiro na atualidade esteve mais uma vez presente na Baixada na noite desta quarta-feira (31/10), para o primeiro duelo das oitavas de final da Copa Wianey Carlet frente ao Inter-SM, finalizado com igualdade de 0 a 0.

Mateus Cardoso, o Tetê, é cria das escolinhas do Tricolor e aos 18 anos vem tendo um 2018 marcante. Depois de iniciar a temporada sendo o grande destaque gremista na Copa São Paulo de Futebol Júnior, anotando cinco gols em cinco partidas, o meia-atacante canhoto teve seu contrato renovado até 2021 (com multa rescisória de cerca de R$ 480 milhões e cláusula para exercer uma nova renovação por mais dois anos) e foi integrado ao time de transição, equipe que representa a equipe na Copa Wianey Carlet.

Tetê é tratado como um um fenômeno da base gremista. (Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Já no início de setembro o jogador que já é recordistas do atual plantel em convocações para as seleções de base no sub-15, sub-17 e sub-20, foi chamado pelo técnico Tite para compor o grupo e participar dos treinamentos com a Seleção Brasileira principal ao lado de Neymar, Casemiro, Philippe Coutinho e cia, nos amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador.

Ao fim do jogo de ida das oitavas contra o Inter-SM, em que entrou já nos minutos finais com a camisa 17, o EsporteSUL conversou brevemente ainda no gramado do Estádio Presidente Vargas com o “Furacão” Tetê, apelido dado ao veloz e habilidoso meia-atacante que deve ser integrado no elenco principal do Tricolor em 2019. Na entrevista o meia-atacante comentou sobre o empate com o time santa-mariense, projetou o duelo de volta, falou sobre o período de treinos com a Seleção Brasileira e mandou um recado para a torcida do Grêmio, seu clube desde os 8 anos de idade.

Ouça abaixo a breve entrevista com Tetê:

Notícias Relacionadas