Sidnei Gonçalves vence seus dois primeiros combates e avança para a semifinal do Campeonato Brasileiro de Boxe

Nove meses após um duro golpe em sua carreira, quando sofreu um grave acidente e precisou passar por três procedimentos cirúrgicos na mão direita que por muitos momentos chegaram a levantar questionamentos sobre a sua sequência nos ringues, o boxeador Sidnei Gonçalves voltou a cravar o seu nome e o de Santa Maria entre a elite nacional da modalidade.

Campeão gaúcho de 2018 no mês de outubro, quando derrotou Igor Valente por decisão unanime nesta que foi a sua primeira luta após o acidente, Sidnei está desde o dia 1º de dezembro em Fortaleza, capital do Ceará, onde disputa o Campeonato Brasileiro de Boxe.

E após vencer os seus dois primeiros combates na divisão acima dos 91kg, o líder da equipe Boxe RG já assegurou ao menos a medalha de bronze para o Coração do Rio Grande. Na fase preliminar Sidnei Gonçalves venceu Mateus da Silva, de Goiás, e nas quartas de final Wanderson França, de Mato Grosso.

Agora o boxeador que representa a Seleção Gaúcha na capital cearense retorna aos ringues nesta sexta-feira (07/12), onde disputará uma vaga na final atrás do tão sonhado título nacional contra William Contuinho, do Pará.

– Estou feliz e em paz. Acho que o mais difícil já passou. O primeiro objetivo era chegar a essa semifinal, agora isso me dá uma tranquilidade e segurança pra chegar lá amanhã e fazer o meu melhor. – diz Sidnei Gonçalves.

Sidnei Gonçalves (de azul) já tem a medalha de bronze garantida no Campeonato Brasileiro 2018. (Foto: Divulgação/CBB)

Notícias Relacionadas