CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Na garra, Mariane dos Santos vence maratona internacional no Chile

Representando Santa Maria e o Brasil, a canoísta Mariane dos Santos mostrou mais uma vez que o legado dos multicampeões Givago e Gilvan Ribeiro está em ótimas mãos e conquistou a sua primeira medalha de ouro internacional no último final de semana (08 a 10/02), ao vencer uma das provas na 16ª Maratona Internacional de Carahue, disputada no Chile.

Lapidada no Projeto Remar, projeto social desenvolvido pela Associação Santa Mariense de Esportes Náuticos (Asena) Mariane dos Santos, de 24 anos, que é a atual campeã brasileira de Canoagem Maratona, no K1, e de Canoagem Velocidade, no K4, foi a mais rápida na categoria K1 Sênior, a principal do evento, que foi dividida em duas etapas e disputada em dois dias, com total de 30 km.

Para chegar ao título, Mariane precisou superar um verdadeiro trauma ocorrido na primeira etapa, quando remou 16km e teve seu barco afundado já no final da prova e precisou de ajuda para salvar-se em uma situação de extremo perigo.

- Tinha muito vento, muita onda e quase no final, para voltar, as ondas passavam por cima do caiaque e eu virei numa parte. No final, entrou água no caiaque e começamos a afundar. Entrei em desespero, comecei a pedir socorro. Aí o Luis e o Cléverson (colegas de seleção) entraram na água para me ajudar. O caiaque afundou totalmente, estava totalmente submerso. Fiquei em choque. Saí da água e fiquei um tempão chorando. Nunca tinha passado por aquilo e foi bem assustador. Eu estava na frente, mas por ter virado levei uma advertência de 250 metros e terminei em segundo lugar. - revela a guerreira, que deu a volta por cima no segundo dia, quando precisou completar o percurso de 14 km.

- No segundo dia não tinha tanto vento como no primeiro dia, eram cinco voltas, era um lugar melhor, larguei bem, tentei pegar o máximo de ondas dos que estavam na minha frente e terminei a prova sobrando. A experiência do primeiro dia foi um pouco assustadora, mas em questão da competição foi muito boa, eu não esperava esse resultado, mas foi bom. - completa com humildade a canoísta que já se coloca entre os destaques da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) para defender o país sobre as águas.

Nesta quarta (13/02), Mariane desembarca em Santa Maria e será recebida com festa pela equipe da Asena. O próximo grande desafio de Mariane dos Santos é a Copa do Brasil, que será disputada no final de março, em São Paulo e contará como seletiva Nacional de canoagem velocidade para os Jogos Pan Americanos do Peru, que será realizado em agosto.

[vc_row][vc_column][mk_image src="http://esportesul.com/wp-content/uploads/2019/02/mariane.jpg" image_size="full" desc="Mariane no pódio exibe a bandeira do Brasil. Foto: Arquivo pessoal"][/vc_column][/vc_row]

s2Member®