Técnico santa-mariense Alexandre Schneider conquista o continente com a AAU Concórdia

Se o 2018 terminou de forma especial para o técnico santa-mariense Alexandre Trevisan Schneider, de 53 anos, o que dizer deste início de 2019?

Exatos 89 dias depois de conquistar o Brasil com a Associação Atlética Universitária Concórdia de Handebol Feminino (AAU/UNC), ao levar o clube ao tricampeonato invicto da Liga Nacional, o treinador conquistou o continente e incluiu um troféu inédito em sua galeria de honrarias que contabiliza mais de cinquenta títulos em quase treze anos no comando da equipe do oeste catarinense.

O mais novo e mais importante “caneco” de Alexandre Schneider foi levantado na noite do último sábado (16/03), quando a AAU Concórdia sagrou-se campeã invicta da primeira edição do Campeonato Sul-Centro Americano de Handebol de Clubes Adulto Feminino, realizado justamente em Concórdia diante do seu torcedor. Porém o sabor especial da conquista não para por aí.

O primeiro título internacional foi confirmado pela equipe do santa-mariense justamente contra a UNIP/São Bernardo, mesma adversária na decisão da Liga Nacional de 2018, e apenas quatros segundos do fim ao buscar o empate em 16 a 16. Como o campeonato era por pontos corridos no chamado sistema do robin round, Alexandre e a AAU Concórdia pintaram a América de amarelo graças ao saldo gols

– É muito merecido. Peço desculpas ao time da UNIP, eles também fizeram um grande jogo, uma grande competição, mas acho que merecíamos pela nossa trajetória, pelo esforço de todos nós, a dedicação deste grupo e destas meninas. E a torcida merecia. Se não fosse eles no momento mais difícil não sei se teríamos capacidade para chegar a este resultado e esta conquista. – manifestou Alexandre Schneider em entrevista divulgada pela assessoria de imprensa do AAU Concórdia.

Alexandre Schneider passa orientações as atletas da AAU Concórdia durante o Campeonato Sul-Centro Americano de Handebol de Clubes Adulto Feminino. (Foto: Juliana Segalla/AAU Concórdia)

Com o título, Alexandre Schneider e a AAU Concórdia garantiram também uma vaga no Campeonato Mundial de Clubes Adulto Feminino, o Super Globe, que terá a sua primeira edição realizada no segundo semestre na China. Ou seja, o treinador santa-mariense e a equipe catarinense seguem fazendo história e serão o Brasil na Ásia Oriental, onde terão a concorrência de mais sete equipes atrás do primeiro troféu de campeão mundial feminino de clubes.

– Agora é nos preparar para jogar na China. Quanta felicidade em ter conquistado este título internacional, ter chegado pela primeira vez ao Campeonato Mundial, sendo nós a primeira vez que estaremos representando o Brasil. Isso nos orgulha muito e valoriza tudo que fizemos até hoje neste projeto. – diz Alexandre Schneider.

Considerado um dos maiores nomes do handebol brasileiro, Alexandre Schneider também foi destaque na noite desta última quarta-feira (20/03) ao levar a honraria de Melhor Treinador no Prêmio Melhores do Ano 2018 promovido pela Confederação Brasileira de Desporto Universitário. Já a filha Alexandre e atleta da AAU Concórdia, Tauani Schneider, foi escolhida a Melhor Atleta e Craque da Galera.

Confira abaixo um quadro com parte das conquistas do multicampeão Alexandre Schneider como jogador e treinador:

COMO ATLETA:
– 8 títulos de campeão Brasileiro de clubes
– 2 títulos Sul-Americanos de clubes
– 2 títulos de campeão Brasileiro de seleções
– 10 títulos de campeão Estadual de clubes
– 2 títulos de campeão Sul-Americano de seleções Júnior e Adulto
– Vários títulos em jogos abertos de Santa Catarina e Paraná
– 10 anos como atleta de nossas seleções, Juvenil, Junior e Adulto
– 3 vezes escolhido pelo COB como melhor atleta da modalidade no Brasil em 1982, 1984, 1986

COMO TÉCNICO DE CLUBES:
– Campeão Estadual nas categorias infantil, juvenil, júnior e adulto-SC
– Campeão dos JEBS com a seleção Catarinense
– 8 vezes campeão dos Jogos Abertos de SC
– 4 vezes campeão dos Jogos Universitários Brasileiros(JUBS)
– 4 vezes campeão dos Jogos Universitários Catarinenses (JUCS)
– Campeão dos jogos Abertos Brasileiros (JABS)
– 2 vezes campeão Brasileiro Júnior
– 2 vezes campeão da Copa do Brasil de clubes (adulto)
– Tricampeão da Liga Nacional pelo Concórdia
– Campeão do Sul-Centro Americano de Handebol

COMO TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA:
– Campeão Sul-americano Juvenil
– Campeão Pan-americano Juvenil
– Bi-Campeão Sul-americano Júnior
– Bi-Campeão Pan-americano Júnior
– Bi-Campeão Sul-americano Adulto
– Bi-Campeão Pan-Americano Adulto
– Participou dos Mundiais Macedônia (Juvenil), China e Hungria (Júnior), Croácia (Adulto)
– Participação nos jogos Olímpicos de Atenas (Adulto)