CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

HFSM participa de intercâmbio com a principal equipe do handebol brasileiro

Em busca de capacitação para o clube, atletas e principalmente para as categorias de base, o Handebol Feminino Santa Maria (HFSM) viveu dias de trocas de experiências em um intercâmbio com a principal equipe feminina da atualidade do handebol brasileiro, a Associação Atlética Universitária Concórdia de Handebol Feminino (AAU/UNC), time dirigido pelo treinador santa-mariense Alexandre Trevisan Schneider.

Durante três dias (17, 18 e 9/05) a delegação do HFSM composta por seis profissionais da comissão técnica e mais 36 atletas dos elencos adulto, infantil, cadete e juvenil, pode aprender técnicas e metodologias além de vivenciar um pouco da rotina da equipe atual tricampeã da Liga Nacional e também campeã da primeira edição do Campeonato Sul-Centro Americano de Handebol de Clubes Adulto Feminino, realizado no mês de março em Concórdia e que rendeu a equipe de Alexandre Schneider uma vaga no Campeonato Mundial de Clubes Adulto Feminino, o Super Globe, na China.

No intercâmbio as equipes infantil, cadete e juvenil do time santa-mariense realizaram amistosos contra os times de base do AAU Concórdia, enquanto que as atletas do plantel adulto do HFSM dividiram a quadra em treinos com a equipe principal catarinense. Entre as atividades ainda teve tempo para um bate-papo especial com o multi-campeão Alexandre Schneider, considerado um dos maiores nomes do handebol brasileiro e com mais de cinquenta títulos em seu currículo.

- Ter ido pra Concórdia com o HFSM foi uma experiência única pra mim e garanto que pra todas as outras atletas também, pois dificilmente teremos a oportunidade de estar tão próximas de jogadoras que admiramos tanto quanto profissionais como pessoa. Poder ver a rotina delas e conhecer um pouco mais sobre seu trabalho só nos inspira a treinar e batalhar para um dia poder estar no mesmo nível que elas. Também tenho muito a agradecer a HFSM por pensar sempre no melhor para suas atletas e procurar nos trazer essa experiência que com certeza serviu de evolução para a gente. - comenta a atleta do time cadete do HFSM, Maria Júlia Cirolini.

s2Member®