CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Estréia histórica

Na noite da última sexta, para um público pagante de 46.342 no Morumbi, a Seleção brasileira abriu a CONMEBOL Copa América 2019 contra a Bolívia. A esperada vitória marcou o retorno do uniforme branco em jogos oficiais do Brasil.

Quando Philipe Coutinho converteu o pênalti aos 5, e aos 8 do segundo tempo concluiu cruzamento de Richarlison afastou de vez o fantasma do Maracanazzo sobre o uniforme. Que havia sido utilizado pela última vez em jogos oficiais na final da Copa do Mundo de 1950. O fato por si só já garante a partida dessa sexta como um evento histórico. Muitos tabus estão quebrados quando se rompe um hábito de 69 anos.

Porém havia mais, o golaço de Everton, em jogada característica, selou a estréia e o alívio de todos no Morumbi. E Tite pode encarar uma leve e tranquila entrevista coletiva pós jogo. Receber a pressão para dar mais minutos ao atacante gremista é infinitamente mais cômodo do que responder a alguma pergunta sobre o rendimento de Neymar Jr, caso o mesmo estivesse inscrito na competição.

Porém havia muito mais, a estréia da CONMEBOL Copa América 2019 confirmou a maior renda arrecadada na história do futebol brasileiro. Exatas 47.260 pessoas, sendo 46.342 pagantes, arrecadaram R$22.476.630,00, gerando o primeiro retorno para a competição.

Vinicius Geissler é psicólogo formado pelo Centro Universitário Franciscano e Coaching graduado pela SLAC. Atua na área esportiva desde 2013 e escreve nas horas vagas.

s2Member®