CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

UFSM quebra mais um tabu, vence em São Gabriel e volta a liderar a Chave A

UFSM venceu o Palmeiras em São Gabriel e voltou à liderança do grupo A. Foto: Divulgação/UFSM Futsal

Com muitos desfalques, a UFSM jogou neste sábado em São Gabriel, onde enfrentou o Palmeiras, pela 13ª rodada da Série Ouro. Ao todo, o time viajou sem sete atletas do grupo principal e o técnico Gabriel Pranke teve doze jogadores à disposição, alguns sem a condição física ideal. E na base da superação, a equipe segurou o ímpeto do time gabrielense, mesmo após tomar o gol no primeiro minuto de partida. O jogo se arrastou para o final e, novamente, a equipe fez valer a sua experiência e o seu preparo físico. A UFSM empatou em cobrança de tiro livre sem barreira e virou o jogo em jogada individual de Léo Rudek, trazendo na bagagem a vitória por 2x1 e a quebra de mais um tabu, pois a Federal nunca havia vencido o Palmeiras em São Gabriel.

Com mais três pontos, a Federal volta à liderança do grupo, com 27 pontos ganhos. Mas a Assoeva, que tem uma partida e dois pontos a menos, terá duas chances de recuperar a ponta da Chave A. A UFSM volta à quadra no próximo sábado, quando enfrenta o União Independente, no clássico santa-mariense válido pelo 2º turno.

Importantíssimo para a vitória deste sábado, o goleiro Rafael Vermelho foi escolhido o melhor em quadra e ajudou a equipe com várias intervenções que mantiveram o placar mínimo para o time da casa.

 - Começamos o jogo perdendo praticamente, com o gol logo no início. Conseguimos manter a cabeça no lugar, graças aos nossos treinamentos, e no momento certo conseguimos matar o jogo. -  decretou ele.

O goleiro considerou que a partida foi bastante movimentada, apesar do baixo número de gols, e afirmou que o placar poderia ter sido mais tranquilo para a Federal, pois como ele, o goleiro do Palmeiras também teve uma atuação destacada na partida deste sábado.

O jogo

Com cerca de 30 segundos jogados, o Palmeiras conseguiu criar a primeira chance de gol. Após passe que desviou em Vitão, a bola sobrou para Natan, que driblou Rafael Vermelho e foi derrubado dentro da área. Eliel cobrou a penalidade no ângulo e fez Palmeiras 1x0. Aos 2 min, Guinho respondeu para a Federal. Ele concluiu forte, Diego espalmou e Vitão ficou com o rebote, chutando sobre a marcação. Aos 5 min, Tito concluiu, a bola desviou na marcação e enganou o goleiro Diego, que teve rápida recuperação e tirou com o pé.

O jogo só voltou a esquentar próximo do intervalo. Aos 18 min, Dener recebeu sozinho na ala esquerda, e Rafael Vermelho saiu do gol abafando a conclusão. Aos 19 min, Léo Rudek roubou a bola próximo da área adversária e pisou para Vitão. O pivô da Federal concluiu rasteiro e Diego afastou mais uma vez com o pé.

Na segunda etapa, o jogo voltou mais intenso. No primeiro minuto, Dener recebeu dentro da área e tentou uma “cavadinha”, colocando a bola por cima da baliza. Aos 4 min, Dener tabelou com Tarta e chutou para o gol. Rafael Vermelho espalmou para o lado. Só dava Palmeiras. Aos 8 min, Eliel concluiu na trave e Tarta ficou com o rebote, mas concluiu por cima. Aos 10 min, Vitão girou e chutou rasteiro. A bola passou raspando a trave, e Scalcon quase conseguiu desviar para o gol.

Aos 12 min, após cobrança de escanteio, Tito chutou para o gol. Diego espalmou a bola que iria parar no ângulo. Aos 14 min, em contra-ataque do time da casa, Chiquinho concluiu e Rafael Vermelho salvou mais uma vez a Federal. Aos 16 min, após jogada de Natan, Chiquinho, sem goleiro, acertou a trave. Aos 17 min 50s, o time da casa cometeu sua sexta falta. Guinho cobrou o tiro livre sem barreira com categoria, tirando do goleiro e empatando a partida: 1x1. Faltando 58s, a UFSM teve outro tiro livre sem barreira. Diego mudou a postura, esperou mais atrás, e Guinho acabou cobrando para fora.

Aos 19 min 15s, Dener recebeu de frente para o gol, mas concluiu sobre a marcação. Quinze segundos depois, Léo Rudek recebeu na frente, chutou na saída do goleiro e acertou a trave. Mas aos 19 min 39s, não teve jeito. Léo Rudek dominou a bola e partiu para cima da marcação. Ele passou por três adversários num curto espaço e ficou cara a cara com Diego. Desta vez, ele concluiu, o goleiro chegou a tocar na bola, que acabou entrando: UFSM 2x1 Palmeiras, placar final.

Ficha técnica:

Palmeiras – Diego, Dener, Eliel, Natan, Tarta, Kadu, Chiquinho, Everton Batatinha, Igor, Lukinhas, Paulo Ricardo, Luis Paulo, Salicha e Saiti. T.: Nasser Ahamed.

UFSM – Rafael Vermelho, Guinho, Tito, Bernardo, Vitão, Gustavo, Vini, Moisés, Scalcon, Léo Rudek, Silvan e Matias. T.: Gabriel Pranke.

Gols: Eliel (30s do 1T – P), Guinho (17 min 50s do 2T – U) e Léo Rudek (19 min 39s do 2T – U).

Arbitragem: Francisco Soares Dias (árbitro principal), Giovane Luis da Silva (árbitro auxiliar), Jober Fernandes (anotador) e Jeferson da Rosa (cronometrista).

Cartões amarelos: Diego, Dener, Chiquinho, Eliel, Everton Batatinha, Igor, Tarta (P), Léo Rudek (U).

Ginásio: Plácido de Castro (Chiappettão), São Gabriel-RS.

Jogos da rodada:

União Independente 2x1 ASSAF (antecipado para 19 de julho)

São José 2x5 Assoeva (antecipado para 19 de julho)

Palmeiras 1x2 UFSM

Paulista/UFPel 7x1 La Máquina

* Via Assessoria UFSM.

s2Member®