CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Na abertura das oitavas da Libertadores, Inter bate Nacional por 1 a 0 e traz vantagem para o Beira-Rio

Paolo Guerrero marcou nos minutos finais do confronto e garantiu a vitória Colorada em Montevidéu

(Fotos: Ricardo Duarte/Internacional)

Passados dois meses e meio de espera, a Libertadores voltou - e da melhor maneira possível. No início da noite desta quarta-feira (24/07), Inter e Nacional disputaram os primeiros 90 minutos das oitavas de final do principal torneio do continente, encerrados com triunfo colorado pelo placar de 1 a 0, gol de Guerrero.

O primeiro tempo foi de boas chances para os dois lados. Dono de maior percentual de posse de bola, o Clube do Povo começou o jogo pressionando, rondando a área adversária. Nesse ritmo, antes mesmo de serem completados dez minutos de partida, teve boa chance com Patrick, que mandou chute rasteiro ao lado da trave de Rochet. Com o passar do tempo, os donos da casa conseguiram igualar o confronto, e tiveram boas chegadas na casa dos 20, o que não assustou o Colorado, que voltou a levar perigo nos instantes finais da etapa inicial.

A equipe mandante voltou mais ofensiva para o segundo tempo, tentando dificultar a saída de bola alvirrubra, deixando a partida truncada. Melhor para a defesa colorada, que, liderada por Moledo e Cuesta, esteve, mais uma vez, intransponível. O Clube do Povo, por sua vez, consciente da escassez de espaços disponíveis, soube apostar nos chutes de longa distância, levando perigo com Bruno e Guerrero.

A partida seguiu disputada até o seus últimos minutos, quando muitos podiam dar o jogo por encerrado. Foi então que o Colorado gaúcho, acreditando até o final, empurrado pelos seus milhares de torcedores que tomaram o setor visitante do Parque Central, marcou o gol da vitória. Paolo Guerrero recuperou bola no meio de campo, deixou com Patrick, que conduziu até a intermediária e lançou Wellington Silva. O camisa 11 trouxe pra dentro, se livrou da marcação, e serviu Paolo Guerrero. Livre, o camisa 9 fuzilou, sem chances para Rochet, confirmando a vitória alvirrubra aos 45 minutos do segundo tempo.

Os dois tempos finais do confronto serão disputados na próxima quarta-feira (31/07), no Beira-Rio, em confronto marcado para às 19h15.

Ficha técnica:

Nacional (0): Sergio Rochet; Guillermo Cotugno (Castro), Rafael García (Carballo), Guzmán Corujo, Felipe Carvalho e Matías Viña; Gabriel Neves, Gustavo Lorenzetti (Barrientos) e Matías Zunino; Kevin Ramírez e Gonzalo Bergessio. Técnico: Álvaro Gutiérrez.

Internacional (1): Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta, Uendel; Rodrigo Lindoso (Nonato), D'Alessandro (Wellington Silva), Edenilson, Patrick e Nico López (Rafael Sobis); Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Gols: Paolo Guerrero (I), aos 45 da segunda etapa.

Cartões amarelos: Gabriel Neves e Lorenzetti (N), Edenilson e Uendel (I)

Arbitragem: Néstor Pitana, auxiliado por Gabriel Chade e Júlio Fernández (trio argentino). VAR: Gery Vargas (BOL).

Local: Estádio Gran Parque Central-URU

Via Assessoria do Inter

s2Member®