CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Santa-mariense volta ao octógono em um dos maiores eventos de MMA do mundo

Daniel Pereira “Gaúcho”, da curitibana CM System, entra em ação pelo Brave Combat Federation

(Foto: Arquivo Pessoal)

O principal nome já forjado no Coração do Rio Grande do MMA (Mixed Martial Arts, traduzindo para o português artes marciais mistas) está de volta aos octógonos. Nesta sexta-feira (30/08), em Belo Horizonte, estado de Minas Gerais, o santa-mariense Daniel Pereira “Gaúcho”, da curitibana CM System, faz um dos duelos do card principal do Brave Combat Federation 25, evento fundado pelo Xeique Khalid bin Hamad Al Khalifa, Príncipe do Bahrein, apontado como o maior da modalidade do Oriente Médio e um dos que mais crescem no mundo atualmente.

E o combate tem sabor de recomeço para Daniel "Gaúcho". Isto porque na temporada 2018, que até então era para ser a maior da história da sua carreira, o lutador não entrou em ação.

No mês de março de 2018 o santa-mariense foi confirmado no Rebel Fight Championship, evento classificado como um dos maiores e mais bem organizados de todo o mundo no MMA, realizado na chinesa Xangai, mas que acabou descartado diante do convite para integrar o "Dana White's Tuesday Night Contender Series", uma espécie de reality show do Ultimate Fighting Championship (UFC) que tem com intuito descobrir novos talentos para o plantel do UFC gravada em Las Vegas.

No entanto, problemas no visto de entrada no país impediram o embarque de Daniel aos Estados Unidos e abreviaram a sua temporada. Um duro golpe fora dos octógonos, mas que deixou o lutador ainda mais forte.

- A vida tem sido um desafio grande. O ano que eu ia lutar no Contender deu tudo errado, onde também deixei de ir lutar o Rebel, na China, porque tinha aparecido o Contender. A vida me deixou forte. - declara Daniel "Gaúcho".

E pela frente do santa-mariense estará com certeza um dos oponentes mais duros já enfrentados até o momento. Pela divisão dos médios, até 84kg, Daniel encara o mineiro Bruno Assis, oponente que vem de vitória no Brave 21, na Arábia Saudita, e exibe um cartel semelhante ao do atleta da CM System. Enquanto Daniel "Gaúcho" acumula sete vitórias e apenas duas derrotas no MMA, Bruna totaliza nove vitórias e três derrotas. O que é mais uma promessa de uma guerra épica na Arena Minas Tênis Clube.

- Vai ser mesmo uma guerra. Ele lutou na Arábia Saudita contra um russo (Rustam Chsiev), está vindo de muitas vitórias dentro do evento. Mas vim me preparando o ano todo esperando uma luta. Estou bem, bati o peso bem e a amanhã vamos travar essa guerra. Vai ser uma luta boa. Estou muito focado, é um evento grandioso, um evento bem bom para crescermos. Espero voltar com tudo. Vai ser um lutão. - diz o santa-mariense.

s2Member®