CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Etapa regional de Câmbio é atração no Centro Desportivo Municipal no próximo final de semana

Modalidade é um vôlei adaptado voltado para pessoas da terceira idade

(Foto: Divulgação)

Uma nova modalidade será destaque no próximo sábado (14/9) em Santa Maria. O 1º Campeonato Gaúcho de Câmbio reunirá equipes da cidade e demais regiões do Estado no Centro Desportivo Municipal (CDM) no esporte que ganha adeptos a cada dia.

As partidas de Câmbio, modalidade de vôlei adaptado para pessoas acima de 50 anos, iniciarão às 8h e serão válidas pela etapa regional e receberão oito equipes, sendo quatro do CDM, uma do SESC Santa Maria, uma de Alegrete e duas de Santa Cruz do Sul. Conforme o superintendente de Esporte e Lazer, Givago Ribeiro, o objetivo do campeonato é integrar as equipes do Estado e incentivar a prática da modalidade no Município.

- O Câmbio tem crescido em Santa Maria com várias pessoas participando. Queremos sempre incentivar a participação dos santa-marienses na modalidade. - disse Givago.

Após a etapa regional, as finais serão realizadas em novembro, na cidade de Tramandaí. Conforme a organização, quatro classificados de cada região irão para as finais, sendo dois na Categoria Master e dois na Categoria Sênior.

(Foto: Divulgação)

Saiba mais sobre o Câmbio: 

Modalidade muito jogada no Rio Grande do Sul, adaptada por grupo de professores de Universidades gaúchas, contempla, além de amistosos e competições, qualidade de vida aos atletas por meio do esporte, valorização da convivência, troca de experiências e construção de novas amizades.

*Regras:

  • O câmbio utiliza a mesma quadra, a mesma rede e a mesma bola do vôlei;
  • São necessários nove jogadores em cada time. Em jogos oficiais, se os times forem mistos, devem ser três homens e seis mulheres;
  • Um jogo tem 15 minutos ou vai até 15 pontos, o que ocorrer primeiro;
  • O jogador posicionado no centro da quadra arremessa;
  • O objetivo também é fazer a bola tocar a quadra adversária. A diferença é que, para o “toque”, o jogador deve prender ou dominar a bola. Depois de dominar, um time pode dar até três toques antes de passar a bola para o time adversário;

*Uma equipe marca um ponto quando:

  • Obtenha êxito em fazer a bola tocar a quadra adversária;
  • A bola sai da quadra após bater ou desviar em um adversário;
  • A equipe adversária joga a bola para fora da quadra;
  • A equipe adversária cometa uma falta;
  • A equipe adversária seja penalizada;

*Informações obtidas na Federação Gaúcha de Jogos Adaptador para Idosos

Colaboração de Maurício Araujo/Assessoria PMSM

s2Member®