CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Sem inspiração, Inter é derrotado pelo CSA em Maceió

Resultado manteve equipe Colorada fora do G-4.

(Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Inter e CSA disputaram, no início da noite desta quarta-feira (09/10), partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, quinta do returno. Iniciado às 19h15, o confronto foi encerrado com o placar de 1 a 0 para os mandantes, gol de Jonatan Gómez.

A partida foi iniciada em ritmo intenso, com o CSA tentando aproveitar o grito de sua torcida para encurralar o Inter. Diante da pressão, a equipe colorada esfriou o jogo trocando passes na intermediária ofensiva, especulando em escapadas. Nas melhores oportunidades, Lindoso carimbou a trave, e Guilherme Parede balançou as redes duas vezes, mas teve ambos os gols anulados por impedimento. Assim, apesar da pressão alvirrubra, a primeira etapa foi encerrada com o placar zerado.

Reiniciado o embate, as duas equipes se mostraram mais ofensivas na busca pelo resultado, resultando, assim, em partida mais aberta. Do lado do Inter, foram boas as oportunidades criadas explorando, especialmente, o lado esquerdo, enquanto o CSA insistia nas bolas alçadas pela área. Foi pela região central, no entanto, que Dawhan sofreu pênalti, convertido por Jonathan Gómez, que marcou o único gol da noite.

Agora, o Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (13/10), às 16h, quando recebe o Santos, no Beira-Rio.

Ficha técnica:

CSA (1): Jordi; Apodi (Bruno Alves), Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Dawhan, Jean Kléber, Jonatan Gómez e Héctor Bustamante (Jarro Pedroso); Ricardo Bueno (Alecsandro). Técnico: Argel Fucks.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Heitor, Víctor Cuesta, Emerson Santos (Klaus) e Uendel (Wellington Silva); Rodrigo Lindoso, Edenilson e Patrick; Neilton (D'Alessandro), Nico López e Guilherme Parede. Técnico: Odair Hellmann.

Gol: Jonatan Gómez, aos 20 minutos do primeiro tempo (C).

Cartões amarelos: Nico López e D'Alessandro (I).

Arbitragem: Vinicius Furlan apita, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Enderson Emanoel Turbiani da Silva. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral. Quarteto paulista

Local: Rei Pelé-AL

via Assessoria Internacional

s2Member®