CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter

Periquito cumpre prazo e solicita vistoria do Corpo de Bombeiros ao Estádios dos Eucaliptos

Liberação da casa esmeraldina é fundamental para o retorno ao futebol profissional em 2020

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

É com o esforço de poucos abnegados que o Riograndense segue travando o seu confronto mais difícil das últimas temporadas: a liberação do Estádio dos Eucaliptos, o que implica diretamente no retorno do clube que já treina desde meados do mês de julho ao futebol profissional na temporada 2020.

Nesta última quinta-feira (31/10), em mais um capítulo desta força tarefa esmeraldina, o Periquito cumpriu com o prazo e solicitou ao Corpo de Bombeiros de Santa Maria a vistoria para verificação das condições de segurança da praça esportiva localizada no Bairro Perpétuo Socorro, já que o clube necessita do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) e de um novo Alvará de Segurança já que realizou obras estruturais no estádio.

Após a vistoria que ainda será agendada pelos Bombeiros, o Riograndense ainda precisará dos laudos da Brigada Militar e da Vigilância Sanitária até o mês de janeiro de 2020, data do congresso técnico da Terceirona Gaúcha e onde deve oficializar sua participação ou não na competição.

- Ontem (quinta-feira), dentro do prazo limite, fizemos o pedido da vistoria dos Bombeiros, logo após temos a etapa com a Brigada Militar e com a Vigilância Sanitária. Dentro desta programação estamos conseguindo cumprir aquilo que almejamos. Tivemos um pequeno atraso, já que este último mês foi muito chuvoso e foi difícil de executar algumas tarefas que tínhamos que fazer. - comenta o presidente do Riograndense, Gilberto Pires, que revelou que o clube está com 90% das obras concluídas.

- Dentro daquilo que nos foi oferecido, através dos poucos recursos e através de ajudas conseguimos cumprir boa parte daquilo que nos propomos a fazer. - acrescenta o mandatário.

Como a atual diretoria sempre deixou claro, somente após o fim do imbróglio envolvendo a liberação da casa esmeraldina é que o clube voltará as atenções ao departamento de futebol. Os treinamentos com o grupo de cerca de vinte e cinco jogadores seguem ocorrendo normalmente sob o comando do técnico Leonardo Ribeiro e o restante da comissão técnica.

- Aqueles que desejam fazer o futebol que venham nos ajudar a acelerar este processo. Depende tudo da liberação do estádio, não podemos nem pensar em futebol assim. Temos um grupo montado, seguimos trabalhando normalmente, mas ficaria inviável fazer futebol em 2020 sem ter os Eucaliptos liberado. A prioridade e o foco é esta liberação. Vamos focar o futebol somente após tivermos todas condições de atuar. - diz Gilberto Pires.

s2Member®