Pilotos de BMX abrem 2020 com prova em Santa Cruz do Sul

Enquanto lutam para que Santa Maria volte a ter uma pista para a modalidade, atletas iniciam a temporada pedalando na Copa Verão de BMX

(Foto: BMXRS)

Um dos esportes que elevou o nome de Santa Maria entre a elite estadual e nacional principalmente entre as décadas de 80 e 90, o BMX ou simplesmente o Bicicross volta a ganhar força e a movimentar antigos e também novos praticantes colocando mais uma vez o município em evidência.

Após retornarem as competições em 2018 e com ainda mais notoriedade em 2019, onde obtiveram para o Coração do Rio Grande cinco pódios entre provas dentro o Campeonato Estadual e Copa do Brasil, cinco pilotos santa-marienses de diferentes gerações sobem em suas bikes neste sábado (08/02) pela primeira vez em 2020 por um evento oficial, como ponto de partida de uma temporada que promete ser agitada para uma das mais radicais variações do ciclismo.

Diego Codevilla, a filha Rafaella Codevilla,  Maurício Barbosa, Rodolfo Housback e os filhos Raul e Germano Housback participam em Santa Cruz do Sul, na pista montada no do Parque da Oktoberfest, da Copa Verão de BMX, disputa que é uma espécie de prévia do Campeonato Estadual e também chancelada pela Federação Gaúcha de Ciclismo (FGC).

Todos os cinco pilotos pedalam na modalidade que é vertente olímpica BMX Race, espécie de corrida dividida em baterias. Além dos santa-marienses estão confirmados na Copa Verão atletas de Santa Cruz do Sul, Candelária, Venâncio Aires, Bagé, Campo Bom, Novo Hamburgo, Sapiranga, Ivoti, Pelotas e Estância Velha.

Diego entra em ação na categoria Cruiser 40/44 Anos, Rodolfo Holsbach n Men 45/49 Anos e Cruiser 45/49 Anos, Maurício Barbosa na Men 30/39 Anos e os pequenos Germano na Boys 7 Anos, Raul na Boys 10 Anos e Rafaella na Gilrs Até 8 Anos.

- Sábado iniciamos as provas em 2020 através da Copa Verão. Este ano estamos treinando forte para participar de todas as etapas do Campeonato Gaúcho e etapas do Copa Brasil e Campeonato Brasileiro, esperando melhorar o ranqueamento dos pilotos. - comenta Diego Codevilla, que chegou a integrar a Seleção Brasileira de BMX entre 1990 a 1994.

Como Santa Maria não possui uma pista adequada para a prática da modalidade, diferente dos anos 80 e 90 quando chegou a ter duas pistas de bicicross, todos os pilotos treinam no clube Santa Cruz BMX, em Santa Cruz Sul, equipe no qual também representam nas competições.

- Ano passado tivemos ótimas colocações mesmo não tendo local para treino em Santa maria. Nós conseguimos ir em Santa Cruz do Sul treinar uma vez por mês, duas no máximo. Imagina se tivéssemos uma pista em Santa Maria? Os resultados seriam bem mais satisfatórios e com bem mais pilotos participando. Este esporte é bastante voltada para jovens. A participação da criançada de outras cidades que tem pistas é absurda, dos seis aos aos dez, onze anos a gurizada vai em peso. Um esporte que incentiva a criança desde cedo, já que os primeiros brinquedos são normalmente uma bola ou boneca e uma bicicleta. - acrescenta Codevilla, que revelou ter já um projeto para a construção de uma pista da modalidade em Santa Maria que será apresentado nos próximos dias para a Prefeitura Municipal:

- Estamos finalizando o projeto de viabilidade de construção de uma pista oficial em Santa Maria, para apresentar para o poder público e conseguir apoio para a viabilidade do projeto. Também contamos com o apoio das empresas particulares no projeto, já que em ano de Olimpíadas e temos atletas que representam nosso país e, assim esperamos ter uma visibilidade maior do esporte aqui em nossa cidade.

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter