Parceira entre Administração municipal e iniciativa privada teve papel fundamental na escolha de Santa Maria como sede dos Jogos Universitários Brasileiros

(Foto: Divulgação/PMSM)

Confirmada como sede da Conferência Sul dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), Santa Maria agora se prepara para receber cerca de 600 atletas universitários das delegações de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Mato Grosso, entre os dias 24 e 29 de agosto.

Para vencer a disputa com Gramado, uma potência do turismo do sul do Brasil, a Cidade Coração do Rio Grande garantiu à Confederação Brasileira de Desportos Universitários (CBDU), que esteve em comitiva no final de janeiro vistoriando o Centro Desportivo Municipal (CDM), o CEFD da UFSM, Clube Recreativo Dores e Ginásio Saul José Machline, possíveis sedes das disputas, que tem todas as condições para a realização de um grande evento esportivo de nível nacional.

- O nosso esforço não começa a partir da vinda da CBDU pra fazer as vistorias em nossos ginásios. O nosso esforço iniciou em 2017, quando nós entendemos a necessidade de fazer bem-feitorias com pouco investimento para isso, até porque a questão financeira ainda não é positiva. Mas, com pouco se fez muito, em especial à estrutura do CDM, que vai receber principalmente os jogos do handebol e basquete. Ficamos muito satisfeitos com a resposta dos técnicos da CBDU em dizer que o espaço está bem cuidado, embora ainda tenhamos muitos problemas de vandalismo, furtos, pichações. Mas isso mostra que o nosso trabalho de preocupação de apresentar um melhor espaço, que começou em 2017, quando se quer tínhamos luz no ginásio, e hoje funciona perfeitamente. Então são situações que nos trazem hoje a felicidade de ser contemplados com os Jogos Universitários aqui em Santa Maria. - relata o Superintendente de Esportes, Givago Ribeiro.

De acordo com Givago, a CBDU não exigiu nenhuma grande reforma no complexo do Centro Desportivo Municipal para sediar os jogos. Mas, melhorias como novas  pinturas em todas as instalações, devem ser viabilizadas com parcerias junto à iniciativa privada.

Determinante na escolha e principal responsável pelas garantias necessárias para trazer os JUBs a Santa Maria, a Administração Municipal afirma que todas as contra-partidas registradas na carta de intenções assinada pelo Executivo, terão praticamente custo zero para os cofres públicos:

- Mobilizamos a rede hoteleira através da Associação de Hotéis Restaurantes e Agência de Viagens (AHTURR), até porque 400 leitos terão investimentos diretos pela CBDU, e estamos buscando apoio com as empresas locais para viabilizar as outras 200 vagas que não são contempladas dentro dessa cobertura da Confederação, que é uma tarefa fácil, pois temos grandes parceiros dispostos a contribuir com a cidade e com o esporte. A Prefeitura assinou um caderno de encargos em que é a principal responsável pelo evento. Não abrimos mão de ter a participação da UFSM em todo o processo, mas teremos uma mobilização de toda a prefeitura em cada detalhe. - revela o responsável pelas pautas esportivas da administração atual.

Além de assumir o compromisso de alojar parte dos atletas, o Executivo ainda será encarregado de contribuir com a logística das equipes. Conforme salienta Givago, também já está firmado acordo junto à iniciativa privada para  o transporte , que, segundo ele, não onerá os cofres da cidade.

- O compromisso em relação à logística, com ônibus e carros está sendo compartilhado com a iniciativa privada, que será a maior beneficiada em relação à locação desses leitos. Para que o evento aconteça haverá um investimento de mais de meio milhão de reais na rede hoteleira e isso já está acordado com os parceiros que estão sendo muito importantes nessa união que foi determinante, junto com a infraestrutura, para que os Jogos viessem para Santa Maria. - completa Givago.

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter