Boas e más notícias vindas do departamento médico do Inter-SM

Time alvirrubro teve retornos e nova baixa nas atividades desta quarta-feira (26/02)

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

A quarta-feira (26/02) foi de boas e más notícias para o técnico Sananduva. Enquanto se tranquilizou pelos retornos de jogadores que o preocupavam nas atividades da tarde, o comandante alvirrubro ganhou nova dor de cabeça a exatos quatro dias da estreia na Divisão de Acesso.

Já com dificuldades inclusive para montar os treinamentos devido ao número de jogadores entregues ao departamento médico, o treinador alvirrubro não pode contar desta vez com o zagueiro Léo Santos nas atividades na Baixada. Desde a reapresentação do grupo, na terça-feira, o defensor se queixou de dores no abdômen e que se intensificaram nesta quarta. Imediatamente Léo Santos foi encaminhado para exames médicos, já que pode se tratar de uma crise de apendicite.

- O Léo sentiu uma dor na região abdominal em direção à musculatura da perna. Pedimos para fazer o exame para termos certeza do que se trata. O Léo fisicamente está super bem, foi muito bem no último amistoso, se comportou bem. Claro que o Sananduva quer contar com ele para o jogo, mas temos que ser bem cirúrgicos nesta hora. Não podemos errar e perder o atleta por mais tempo. Vamos esperar os resultados dos exames, esperar que esteja tudo certo e ele já seja integrado novamente ao grupo para os treinamentos para nossa estreia. - comentou o preparador físico do Inter-SM, Henrique Braibante.

Em contrapartida Sananduva tem o retorno do meio-campo Chiquinho. O camisa 10 foi liberado para os trabalhos depois de ser poupado da movimentação de terça-feira por conta de uma pancada no tornozelo sofrida no duro amistoso contra o União Frederiquense e está apto para ir à campo no clássico regional contra o São Gabriel, no próximo domingo.

A outra presença saudada pelo treinador foi a do atacante Danilo Mederos, que participou de um treino de finalização com os demais atletas do elenco, o primeiro desde que o início de fevereiro quando sofreu um trauma no joelho durante um treinamento. O atacante uruguaio já cumpriu todos os processos da sua recuperação e deve ser totalmente integrado os treinos nos próximos dias.

- Viemos fazendo uma progressão principalmente na parte física com o Danilo. Uma progressão de toque na bola, de passe de diferentes distâncias e ele vem apresentando quadros bem positivos, progredindo a cada trabalho. Hoje colocamos ele em um trabalho de finalização, que exige mais, principalmente no local onde machucou. Amanhã já queremos colocar ele junto ao grupo nos trabalhos táticos para ficar a disposição o mais rápido possível. - acrescenta Braibante.

Já o lateral Nicolas, o volante Kaio Henrique e o meia-atacante Matheus Cunha seguem entregues ao departamento médico e todos eles sem previsão de retorno.

Nicolas sofreu uma lesão muscular na coxa, realiza trabalhos de recuperação em separado, mas já vai para sua terceira semana de ausência nas atividades. Kaio sente dores no joelho desde o amistoso contra o União e é está sob observação. Já Matheus Cunha, que é o caso mais grave, terá de três a quatro semanas para se recuperar do forte entorse no joelho direito devido a uma entrada violentíssima sofrida também no amistoso contra o time de Frederico Westphalen. Exames realizados pelo clube não apontaram nenhuma ruptura nos ligamentos.

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter