Jogador santa-mariense de handebol passa período de testes em gigante europeu

Geywson Eduardo Corrêa, da UFSM/ASH, está atuando pelo FC Porto

Principal joia das categorias de base da UFSM/ASH e maior promessa do handebol santa-mariense na atualidade, o jovem atleta Geywson Eduardo Corrêa cruzou o Oceano Atlântico para viver um sonho e também o seu maior desafio até então da sua cada vez mais promissora carreira dentro das quadras.

Desde o mês de janeiro o jogador de 18 anos vem defendendo um dos gigantes do continente Europeu: o FC Porto, de Portugal, onde permanece, no mínimo, até o mês de abril em período de avaliações, treinando e também atuando por competições oficiais com os Dragões.

Se aprovado neste monitoramento pelos profissionais do clube português, Geywson Eduardo assinará contrato com o Porto e trocará de vez o Coração do Rio Grande pela capital lusitana.

- É uma grande satisfação estar tendo essa imensa oportunidade nessa grande equipe de Portugal. Estou em busca de almejar aqui o maior êxito possível e permanecer no clube. Agradeço aos que não deixaram de apoiar sempre e abraçar forte essa luta. É um sonho se tornando realidade. Vou procurar cada vez mais evoluir nesse esporte. - afirma Geywson Eduardo.

Após ingressar na equipe de handebol da Escola Margarida Lopes, Geywson Eduardo logo comprovou todo seu talento e foi levado ao time da UFSM/ASH pelo técnico Marcius Minervini, grande responsável pela ida do seu pupilo ao Velho Continente junto com Guilherme Borin, técnico da Seleção Brasileira Infantil. Com apenas quatro meses de treino o jogador já foi convocado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) para chamado o Acampamento Nacional de Desenvolvimento e Melhoria Técnica para atletas da categoria cadete, projeto tem por objetivo descobrir novos talentos e trabalhar na renovação da modalidade. Já no ano seguinte o santa-mariense foi novamente selecionado desta vez na classe juvenil.

Peça chave no vice-campeonato do Estadual Júnior em 2019 da UFSM/ASH, Geywson Eduardo, que defensivamente joga de base (defensor central) e no ataque atua tanto na lateral/arremesso esquerdo como pivô, participou também da campanha de terceiro lugar com o time adulto da UFSM/ASH na temporada passada.

- Pra mim é uma grande satisfação poder proporcionar essas oportunidades para meus atletas, pois o que fica de importante na vivência do esporte não são os títulos, mas o aprendizado, as experiências, a cultura, as amizades. As medalhas podem se perder no tempo, mas todas essas coisas ficam conosco. E em tão pouco tempo como treinador conseguir uma oportunidade para um atleta na Europa em uma modalidade que é tão desvalorizada em nosso país, em um trabalho iniciado no seio da escola pública, faz valer a pena cada esforço que fazemos pela modalidade e principalmente pelos meninos que trabalhamos, pois no final, para além de atletas, estamos formando seres humanos e esses exemplos motivam a todos. - diz o técnico Marcius Minervini.

Com uma rotina diária de treinos em dois turnos, divididos entre físicos, técnicos e táticos, Geywson Eduardo participou em sua chegada ao Porto das atividades com a chama Equipe A, a principal e que joga as principais competições como a Liga dos Campeões de Handebol, e atualmente está integrado a Equipe B Júnior.

- Inicialmente foi bastante difícil a adaptação a treinos em relação a quantidades de cargas horárias, mas logo tudo se encaixou. - comenta o santa-mariense, que inclusive já sagrou-se campeão do Torneio de Lusitanos com o time júnior dos Dragões e agora está disputando a Segunda Divisão Sênior, competições destinada ao time B de cada clube que disputa a primeira divisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter