De malas prontas para retornar ao Brasil, trio que atua no futsal italiano revela detalhes sobre a pandemia de coronavírus que assusta o país

Moisés e Gê comemoram gol pelo Gear Sport. Foto: Divulgação

Com o crescimento rápido dos casos de coronavírus, agora declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como pandemia global, muitas competições e eventos esportivos ao redor do mundo, principalmente no hemisfério norte, têm sido suspensos por segurança. E um dos países onde a situação é mais preocupante é a Itália, país que já confirmou mais de 12 mil casos e 800 mortos pelo vírus, e que na última segunda (09/03), após uma ordem do Comitê Olímpico Italiano (CONI), teve decretado pelo presidente Sergio Mattarella a paralisação em todos os eventos esportivos no país até o próximo dia 3 de abril, afetando inclusive, os jogos de competições europeias como Champions League e Europa League.

Do país da bota, três jogadores de futsal de Santa Maria revelam a rotina de preocupação e quarentena vivida nos últimos dias no velho continente. No extremo sul do país, na cidade de Piazza Armerina, o ala Moisés Braga e o pivô Geovane Borges, que defendem o Gear Sport Campetto Sant'Antonio na segunda divisão nacional, estão afastados dos jogos desde o dia 29 de fevereiro.

- O campeonato foi suspenso até o dia 14, mas, como piorou a situação, foi prorrogado até o dia 3 de abril. Eu acho bem difícil o campeonato voltar. Não parece que vai melhorar tão rápido, embora as pessoas têm cumprido todas as orientações de não viajar, não sair de casa. Está bem complicada a situação. A orientação é de sair de casa apenas em uma última opção. Nos supermercados têm filas, entram cinco pessoas por vez, está bem difícil. - revela Gê, de 22 anos.

Depois de marcar 57 gols na temporada passada peo Pro Nissan, Gê se transferiu para o Gear. Foto: Arquivo pessoal

- Provavelmente o campeonato será cancelado. A Itália toda está em quarentena. Aqui não teve nenhum caso confirmado ainda, mas a recomendação é ficar em casa. Se sair em grupos de pessoas pode até tomar uma multa da polícia. Para sair é preciso ter uma justificativa, seja trabalho, comprar alimentos. - acrescenta Moisés.

Restando apenas quatro das 22 rodadas para o término da competição, o Gear Sport ocupa a quinta posição na tabela e estaria classificada para a próxima fase. Após reunião nesta quinta (12/03), a diretoria liberou a dupla que mora junto na pequena cidade da Sicília para retornar ao Brasil no próximo domingo (15/03).

Ex-UFSM Futsal, Moisés disputou sua primeira temporada na Itália. Foto: Arquivo pessoal

- No início a gente não esperava que iria parar o campeonato. A primeira ideia era fazer todos os jogos de portões fechados, até que ficou meio caótica a situação na Itália, principalmente ao norte, nas cidades mais turísticas, como Roma, Milão, Veneza. Com o surto muito grande do vírus, a gente entendeu a decisão do governo, que está preocupado com a saúde das pessoas e acho que estão certos. Pra mim está sendo muito ruim ficar em casa sem poder treinar e jogar, particularmente falando. A gente estava apreensivo, manifestamos interesse de ir para casa, eles também entenderam que somos de longe e que nossa família está preocupada conosco. Hoje veio a notícia de que voltaríamos e ficamos aliviados. Porém, tem também o outro lado, a gente fica triste, quer jogar, vínhamos fazendo um bom campeonato, mas faz parte também. - confessa Moisés, de 23 anos, que deve chegar ao coração do Rio Grande no início da próxima semana ao lado de Geovane.

Mais ao centro do país, na região da capital Roma, o fixo Jonatan Machado, de 22 anos, que defende o Real Terracina, de Terracina, também da Série B italiana, chega em Santa Maria neste sábado (14/03), após ser liberado pela sua equipe.

- Faz uma semana que não treinamos. Não tem previsão de volta do campeonato e possivelmente nem vai voltar. Os ginásios estão todos fechados, está proibido aglomeração de pessoas. Então os times acabaram liberando os atletas até para preservar a gente e podermos ficar perto da família. Algumas regiões estão bem perigosas, como o norte da Itália, perto de Milão, está bem mais complicado. Existe a previsão de até fechar os aeroportos. - afirma Jonatan, que já iniciou o deslocamento em direção ao Brasil e na temporada passada atuou ao lado de Geovane pelo Pro Nissan Futsal, da cidade de Caltanissetta, onde sagrou-se campeão da Coppa Italia Regional e da Serie C1 Girone Sicilia.

Jonatan em ação pelo Real Terracina, que deixou a série B na zona de play off. Foto: Arquivo pessoal

Depois das suspensões esportivas atingirem boa parte da Europa, nesta quarta (11/03), a liga de basquete profissional dos Estados Unidos (NBA) também anunciou a suspensão dos jogos da temporada 19/20. Até mesmo os Jogos Olímpicos de Tóquio estão ameaçados devido à expansão do coronavírus no planeta.

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter