Sem futebol, Inter-SM intensifica reformas e melhorias na Baixada

Clube alvirrubro aproveitou a parada na Divisão de Acesso para acelerar obras no Estádio Presidente Vargas

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Se os torcedores alvirrubros já encontraram uma Baixada diferente e repaginada no início da temporada, com nova pintura e readequações nas arquibancadas do Estádio Presidente Vargas, em breve será a vez da comissão técnica, grupo de jogadores e demais funcionários presenciarem as melhorias do Inter-SM quando o futebol, enfim, retornar.

O clube aproveitou a suspensão da Divisão de Acesso durante a pandemia da Covid-19 e concentrou esforços para acelerar as obras estruturais no estádio, onde já é possível notar mudanças significativas nas dependências e salas usadas pelos profissionais que trabalham no Inter-SM. Benfeitorias e progressos que seguem na casa alvirrubra e que já estão se tornando uma das marcas da gestão do presidente Jauri Daros.

Nestes 92 dias sem treinos e atividades o Inter-SM finalizou as reformas do vestiário visitante, com a troca do telhado e sistema elétrico, revitalizou locais até então ociosos que agora abrigam a nova sala da comissão técnica e dois novos depósitos de materiais esportivos, construiu uma nova sala do departamento médico, sala de fisioterapia, reuniões e sala de imprensa, onde hospedará a futura TV Alvirrubra. Tudo com acesso direto por uma escada ao campo e ao vestiário principal.

O clube também reformou as três casamatas (usada pelo Inter-SM, pelo time visitante e Brigada Militar), o refeitório, reativou um túnel com passagem da parte administrativa direto ao gramado da Baixada e fez reparos no ginásio que abriga as canchas de bocha.

- Desde o período que parou as atividades no futebol focamos na reestruturação e reformas em diversos setores do estádio. Claro que estamos tocando dentro da nossa realidade. Hoje em dia a parte financeira atinge todo mundo. Estamos sendo muito criteriosos na parte de material e mão de obra para concluirmos essas obras.  Tudo é custo, mas estamos fazendo mesmo com dificuldades financeiras para termos melhorias. - comenta o supervisor do clube e um dos três únicos funcionários que seguem trabalhando diariamente na Baixada, Paulo Santos, que ainda acrescenta:

- E essa é a importância do sócio e conselheiro estar em dia com o clube. É só através disto que conseguimos fazer essas reformas e melhorias. É muito  importante que sócio pague em dia sua mensalidade e a torcida compre os produtos oficiais na nossa loja. Isso nos ajuda a manter as contas do clube em dia, pagar algumas dívidas trabalhistas que ainda temos e fazer essas melhorias.

Ainda para esta temporada a diretoria alvirrubra planeja finalizar a construção de uma sala e vestiário exclusivos para as categorias de base e revitalizar o espaço localizado atrás da goleira sul, com a construção de uma quadra de areia, retirada e replantio da grama. Um local para auxiliar e receber alguns treinos físicos e até técnicos do time principal e da base.

Já a longo prazo o clube estuda a tão sonhada troca do sistema de iluminação do Estádio Presidente Vargas e a construção de duas quadras de grama sintética no local que hoje utiliza como estacionamento para abrigar treinamentos das equipes alvirrubras. O espaço também seria aberto para aluguel.

Confira abaixo as fotos das obras e reformas na Baixada:

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter