Técnico do Corintians/Asiba participa de novo encontro com treinadores de todo o estado

Catila foi o responsável por guiar a live com técnicos gaúchos nesta última segunda-feira. Treinador alviverde falou sobre organização, planejamento e ações do Corintians/Asiba

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Desde a suspensão das atividades e competições do basquete gaúcho, o que já chega ao quarto mês sem a bola laranja entrar em ação, os técnicos e gestores das principais equipes e entidades do estado vem promovendo com chancela da Federação Gaúcha de Basquete (FGB) uma série de encontros virtuais para propagar conhecimento, manter o contato, debates e a comunidade do basquetebol ativa.

Já na noite desta última segunda-feira (20/07) foi a vez o técnico do Corintians/Asiba, Ricardo Leal, o Catila, dividir e levar conhecimento aos profissionais.

Cada encontro virtual, realizado todas as segundas-feiras, tem um responsável e um tema diferente, passando por questão como o atual cenário esportivo no estado e o impacto da pandemia como também discussões técnicas, táticas e de gestão esportiva.

Assim, a live intermediada pelo técnico Catila abordou o planejamento nas categorias de base do Corintians/Asiba, considerado um modelo em todo estado.

Além de elencar os fatores que contribuíram para as boas campanhas das equipes corintianas em 2019, quando foi vice-campeão estadual nas categorias sub-17 e sub-14 e ainda quarto colocado no sub-15, o treinador falou sobre a atual organização, planos e projetos da equipe alviverde, que também saiu para além das quatro linhas ao apresentar as novas estratégias de marketing adotadas pelo clube.

Outro ponto também destacado por Catila foi os incentivos fiscais captados pelo Corintians/Asiba (Programa Municipal de Apoio e Promoção do Esporte (PROESP) e a Lei Federal de Incentivo ao Esporte), responsáveis por custear grande parte das despesas da temporada.

No total trinta e cinco treinadores participaram do encontro virtual.

- A capacitação que estamos tento através destas lives é de fundamental importância neste momento. Nós técnicos nos encontramos uma vez por ano e não temos a oportunidade de conversar. Na hora do jogo a equipe adversária chega, joga e vai embora. É muito legal compartilhar conhecimento, todo mundo acaba de alguma forma tendo uma formação continuada. As trocas de experiências de diferentes setores do basquete são importantes porque o basquete cresce como um todo. Falamos bastante da possibilidade que temos agora de leis de incentivo, falamos do PROESP e da Lei Federal de Incentivo. Para que isso aconteça também temos que ter formação de como fazer um projeto, ir atrás das empresas, todo este processo que envolve uma aprovação de uma lei de incentivo. - resume o técnico Catila, que nesta temporada completa vinte e dois anos de serviços prestados ao Corintians/Asiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter