Comissão técnica do Inter-SM apresenta estudo sobre o futebol gaúcho

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Mesmo sem conseguir ter êxito em sua intenção de ter a disputa da Divisão de Acesso retomada, o departamento de futebol do Inter-SM não deixou que a pandemia acabasse com os trabalhos da comissão técnica. Sem poder voltar ao campo, o clube concentrou suas atividades nos números e apresentou na última semana, o primeiro trabalho de uma série de estudos de caracterização do futebol gaúcho com base nas disputas dos últimos três anos (2017-2018-2019), utilizando dados coletados em súmulas.

Realizado pelo Departamento de Análise de Desempenho do Inter-SM e liderado pelo auxiliar técnico Guilherme Tocchetto, o projeto foi motivado pelo resgate do movimento de reflexão acerca do futebol gaúcho, intitulado Todos Pelo Futebol Gaúcho, que estimula o debate e ajuda os profissionais a conhecer melhor a realidade do futebol gaúcho. Confira os dados das duas primeiras etapas das análises:

- A comissão técnica do Inter-SM dividiu esta pesquisa em cinco partes, hoje, trazemos uma ideia prática de como podemos aprofundar e interpretar as análises, caracterizando mais as competições organizadas da Federação Gaúcha de Futebol. Estes dados podem ajudar na montagem do plantel, conteúdos de treino, etc.

A ideia proposta para o movimento Todos Pelo Futebol Gaúcho, é que se organize uma planilha com critérios pré-definidos, contendo algumas variáveis sobre o jogo, como, gols, assistências, cartões, lesões, etc. Os profissionais dos clubes ficariam responsáveis pelo preenchimento da mesma ao final da partida e ao termino da competição, conseguiríamos montar uma base de dados confiável e com grande quantidade de informação para análise.

Apresentamos acima, comparativos da Divisão de acesso de 2020 com os dados existentes na base de dados anterior. Exibimos também uma análise de todos os gols feitos nessa competição, quantificando o local, a forma da finalização e a origem do gol.

Continuamos com o intuito de desenvolver a capacidade de interpretação dos dados, percebemos que os times mandantes, tiveram uma queda no número de derrotas em relação a média dos outros anos, podendo ser explicado ou estar relacionado com a diminuição da média de gols feitos pelo time visitante. Embora esses dados apresentem indicativos de desempenho, não nos permitem prever o comportamento ao longo da competição. 

Guilherme Tocchetto foi auxiliar de Sananduva nas duas últimas temporadas. Foto: Bruno Tech/EsporteSUL
Guilherme Tocchetto foi auxiliar de Sananduva nas duas últimas temporadas. Foto: Bruno Tech/EsporteSUL

Outro dado que chama atenção nos comparativos, é a manutenção dos maiores percentuais para gols marcados no primeiro (46-60min) e terceiro (76-90min) quartil do segundo tempo de jogo.

Em relação as novas variáveis incluídas no estudo, a pesquisa evidencia que a maior parte dos gols feitos nesta competição é com finalização de chute (pé) e dentro da grande área e que a maior parte dos gols se origina de jogadas de bola parada. Vale destacar que estes gols majoritariamente são marcados de forma indireta, com a participação de um ou mais jogadores após cobrança do escanteio e falta.

O Departamento de análise de desempenho do Inter SM foi responsável pela coleta dos dados quantitativos e qualitativos, os dados foram retirados das sumulas de jogo e os gols analisados por vídeo. - explica Tocchetto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter