Seleção Brasileira mantém 100% com vitória magra sobre a Venezuela

Roberto Firmino marcou o único gol da partida válida pelas Eliminatórias Sul-Americanas

(Foto: Fernando Bizerra/Pool/AFP)

A Seleção Brasileira não brilhou no Morumbi, mas fez o suficiente para manter sua campanha com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias. Na noite desta sexta-feira, desfalcado de nomes como Neymar, Philippe Coutinho e Casemiro, o time comandado por Tite contou com gol de Firmino para vencer a frágil Venezuela por 1 a 0.

Com nove pontos em três rodadas, a Seleção Brasileira é única ainda com 100% de aproveitamento e lidera as Eliminatórias Sul-Americanas de maneira isolada. A Venezuela, por sua vez, segue zerada e figura no penúltimo lugar, à frente apenas da Bolívia, que tem saldo de gols pior.

Pela quarta rodada do torneio classificatório à Copa do Mundo 2022, a Venezuela volta a campo para enfrentar o Chile às 18 horas (de Brasília) desta terça-feira, como mandante. Já a Seleção Brasileira pega o Uruguai às 20 horas do mesmo dia, no Estádio Centenário.

O Jogo - Logo no começo da partida, Renan Lodi recebeu de Marquinhos pela esquerda e cruzou de primeira. O goleiro Fariñez espalmou para frente e Richarlison completou para as redes. O assistente, porém, assinalou impedimento do lateral canhoto, confirmado pelo VAR.

A Seleção jogou de forma burocrática diante da retranca venezuelana, mas poderia ter aberto o placar em mais uma jogada iniciada pela esquerda. Renan Lodi cruzou e Gabriel Jesus cabeceou para o meio. Livre e em posição legal, na cara do gol venezuelano, Richarlison conseguiu completar para fora.

Na única chegada da Venezuela durante o primeiro tempo, o habilidoso Soteldo fintou Danilo pela esquerda e cruzou rasteiro, mas Marquinhos afastou. Nos minutos finais, Everton cruzou da esquerda, Gabriel Jesus desviou para o meio e Richarlison cometeu falta em Osorio antes de cabecear para boa defesa de Fariñez.

Tite voltou para o segundo tempo com Lucas Paquetá no lugar de Douglas Luiz, mas a Seleção continuou jogando sem inspiração. O gol enfim saiu aos 21 minutos, quando Everton Ribeiro cruzou da direita, Alex Gonzalez cabeceou para o meio e Firmino completou para as redes.

Na tentativa de aumentar o poder de fogo da Seleção Brasileira, Tite trocou Gabriel Jesus e Richarlison por Everton Cebolinha e Pedro, que fez sua estreia na equipe nacional. O técnico português José Peseiro também usou os reservas para mexer na Venezuela.

Apesar das alterações promovidas pelos dois treinadores, o panorama da partida não mudou. A Seleção Brasileira foi incapaz de criar oportunidades de gol, mas também não correu maiores riscos no campo de defesa e terminou com a vitória magra no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 1 x 0 VENEZUELA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de novembro de 2020, sexta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Juan Benítez (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e Milciades Saldivar (PAR)
VAR: Eber Aquino (PAR)
Cartões amarelos: Douglaz Luiz (BRA); Cásseres, Machis e Rincon (VEN)
Gol:
BRASIL: Firmino (21min do 2º Tempo)

BRASIL: Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi (Alex Telles); Allan, Douglas Luiz (Lucas Paquetá) e Everton Ribeiro; Gabriel Jesus (Everton), Roberto Firmino e Richarlison (Pedro)
Técnico: Tite

VENEZUELA: Fariñez; Feltscher (Del Pino), Osorio, Ángel e Rosales (Alex Gonzalez); Rincon, Moreno, Cásseres, Soteldo (Otero) e Machis (Savarino); Rondon
Técnico: José Peseiro

Via Gazeta Esportiva

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter