Coordenador sul-americano do CS Marítimo visita unidade santa-mariense em avaliações técnicas

Jogadores dos times sub-15 e sub-17 de Santa Maria participaram de avaliações para compor as categorias de base do Marítimo Brasil, em Canoas

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)

Há cerca de cinco anos atuando com força no Brasil, com exatas 72 unidades em todo território nacional, e com braços no Uruguai, Argentina e Estados Unidos, o CS Marítimo segue colocando em ação seus audaciosos planos para ser um time de ponta do futebol nacional.

Após firmar convênio no início de novembro com a Ulbra, em Canoas, o clube português da Ilha da Madeira transferiu e instalou toda a sua sede das Américas no complexo esportivo canoense e já concentra suas forças na formação das suas categorias de  base sub-15, sub-17 e sub-20, onde terá a unidade de Santa Maria, a segunda mais antiga do Brasil, como um de seus principais fornecedores de matéria-prima.

Na última quarta e quinta-feira (3 e 4/12) mais de quarenta atletas dos times sub-15 e sub-17 dos leões santa-marienses passaram por avaliações e testes que irão selecionar os nomes para compor os elencos que em 2021 já irão estrear nas competições de base Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

E quem acompanhou todas as atividades no Centro de Treinamento do Marítimo, no Bairro Cerrito, foi o coordenador sul-americano do Marítimo e principal representante fora de Portugal, Mauro Rocha, o que só evidência a relevância da unidade santa-mariense para o clube.

- É um prazer visitar a unidade de Santa Maria, uma das unidades mais antigas no Brasil. Estamos com esse projeto há cinco anos, de desenvolver talentos no Brasil e depois levar para a Europa, para Portugal. Agora teremos também aqui no Brasil. Temos hoje um estádio, uma estrutura completa e somos um clube federado aqui no país. Vamos jogar as principais competições de base e também ter um time profissional futuramente. Mas o projeto principal é mesmo o de formação de atletas e estamos muito contentes com Santa Maria. Já temos alguns atletas daqui que irão compor as nossas equipes de base. Santa Maria tem esse poder, tem muita gente talentosa aqui. - comenta o coordenador sul-americano do Marítimo, Mauro Rocha.

No primeiro dia, na quarta-feira, os atletas passaram por uma série de treinos técnicos, enquanto a quinta foi reservada para atividades táticas e coletivos. Todos os trabalhos foram supervisionados pela comissão técnica do Marítimo santa-mariense, formada pelo coordenagor geral Daniel Neves, pelos técnicos Guilherme Lucca e Jorge Vieira e pelo preparador de goleiros Juliano Neves, e comandados por Mateus Seben, avaliador técnico e treinador do Marítimo Brasil. Tudo é claro levando em conta a metodologia do clube e padrão europeu de formar atletas.

O resultado com os nomes dos aprovados será divulgado oficialmente nos próximos dias. Os selecionados irão integrar os elencos do Marítimo Brasil, que concentram atividades no Complexo Esportivo da Ulbra, em Canoas. O local oferece ao leões uma infraestrutura com dois campos de futebol onze, dois de futebol sete, alojamento, quadras de vôlei e futebol de areia, quatro quadras de tênis de saibro e pavilhão com dois vestiários e banheiros, recepção e salas.

(Foto: Bruno Tech/EsporteSUL)
s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter