Atuação de gala coloca a UFSM/Urbanes Empreendimentos na terceira colocação da Série Ouro

Moisés comemora um dos gols do time universitário. Foto: Divulgação/UFSM Futsal

Moisés comemora um dos gols do time universitário. Foto: Divulgação/UFSM Futsal

Com duas vitórias seguidas, a UFSM/Urbanes Empreendimentos deu um salto na tabela de classificação da Série Ouro. A equipe entrou em quadra na semana passada em Cachoeira do Sul com a lanterna do campeonato e fez o seu papel, venceu São José e Brasil, terminando a 6ª rodada na terceira colocação (atrás somente dos líderes Paulista e BGF). Na noite de ontem, em uma partida impecável, a Federal não deu chances ao Brasil e anotou 7x3, conquistando a primeira vitória atuando em Santa Maria na competição deste ano.

O treinador Gabriel Pranke atribuiu a vitória à dedicação do grupo de atletas nos treinamentos da semana. "Os atletas fizeram um excelente trabalho, vêm comprando a ideia; foi uma semana muito produtiva e eles demonstraram isso na partida de hoje", destacou o técnico. O fixo De Agostini também comentou a atuação destacada da UFSM neste sábado:

- A equipe realmente fez uma partida muito boa hoje. O trabalho vem dando resultado, estava sendo bem feito, mesmo que os resultados não estivessem acontecendo. Acredito que ganhamos confiança para o restante do campeonato com o desempenho de hoje. A competição é muito difícil, muito dura. Esses pontos conquistados nos dois últimos jogos foram muito importantes, para nos colocar numa boa posição e olhar para o mata mata de uma maneira diferente.

Na próxima rodada, que será no dia 28 de agosto, a UFSM encara o Rabelo em Alvorada. Da mesma forma que a equipe subiu de 7º para 3º lugar nesta rodada, um resultado negativo pode fazer a equipe perder várias posições, já que as equipes estão muito próximas. O próprio Rabelo, adversário da Federal, é sexto colocado com cinco pontos, dois a menos que a equipe de Santa Maria. O técnico Gabriel Pranke afirmou, após a partida de ontem, que a equipe sabia que poderia terminar a rodada na terceira colocação, mas que o foco era o jogo contra o Brasil. "Estávamos focados no nosso jogo, mas foi excelente essa subida na tabela. Esperamos manter a pegada e a intensidade nos próximos jogos para continuar conquistando os resultados. Estar em terceiro dá moral e traz confiança, mas temos muito trabalho pela frente", comentou o treinador.

O jogo

Se fosse uma corrida de carros, daria pra dizer que a UFSM começou na velocidade máxima. Já na primeira troca de passes, a bola chegou a Rogério na ala esquerda e ele arriscou um chute cruzado. O goleiro Jean ainda tocou na bola, mas ela acabou entrando: UFSM 1x0. Aos 4 min, De Agostini roubou a bola no ataque e girou para finalizar forte, mas errou o alvo. Minutos depois, João Farias cobrou lateral para De Agostini, que concluiu de longe, exigindo que Jean espalmasse por cima da meta. Aos 8 min 30s, Tito levou perigo em chute frontal, que quase surpreendeu o goleiro. No susto, pois havia muito jogadores a sua frente, Jean espalmou para a linha de fundo.

Só aos 9 min, o Brasil conseguiu levar perigo. Pablo chutou cruzado e Carlson espalmou. Aos 10 min 43s, Thales achou Léo Rudek sozinho dentro da área. O ala girou chutando para o gol, sem chances para o goleiro: UFSM 2x0. Poucos segundos depois, Victor arriscou para o gol e, mesmo com a visão encoberta, Carlson conseguiu espalmar para a lateral. Aos 13 min, Moisés Braga brigou pela bola na quadra de ataque e ela sobrou para Thales. O ala chutou para dentro da área; o próprio Moisés Braga dividiu com o defensor e conseguiu completar para as redes: UFM 3x0.

A Federal não deu sossego aos visitantes. E trinta segundos depois do terceiro gol, De Agostini marcou o quarto, após roubar a bola na quadra ofensiva e concluir no canto do goleiro. Em cobrança de uma falta frontal, aos 17 min, Rafinha cobrou rasteiro e obrigou Carlson a afastar com o pé. No último minuto, Charles acertou a trave e o rebote ficou com o pivô Mayandher. Ele concluiu rasteiro e Carlson fez grande defesa para levar a vantagem de 4x0 para o intervalo.

Na segunda etapa, o Brasil até melhorou, mas quem voltou a marcar foi a Federal. Aos 3 min, a UFSM aproveitou que o Brasil tinha um jogador a menos, em virtude da expulsão de Bielemann, o algoz dos santa-marienses em 2019. Rogério chutou a gol, o goleiro defendeu, a bola subiu e sobrou para Tito, que 'fuzilou' de primeira para o gol: UFSM 5x0. Dois minutos depois, Pablo fez jogada pela ala direita e chutou no alto, descontando para o time de Pelotas. Um minuto depois, a UFSM respondeu. Léo Rudek recebeu na posição de pivô e, de prima, acionou Moisés Braga, que concluiu no contrapé do goleiro: UFSM 6x1. Aos 7 min 30s, Léo Rudek puxou contra-ataque. A bola sobrou para Thales, que driblou o marcador e chutou no alto, mas Jean conseguiu espalmar para escanteio.

Aos 10 min, Juninho descontou, em chute da ala direita, após receber com liberdade da cobrança de escanteio. Aos 13 min, quando o Brasil já utilizava o goleiro linha, a UFSM puxou contra-ataque de dois contra um. Aí Thales acionou João Farias, que só não marcou porque um jogador de linha afastou embaixo da trave. Na resposta, Mayandher concluiu com perigo, mas para fora.

Aos 15 min 21s, a UFSM marcou mais um. De Agostini chutou da ala esquerda e o goleiro não segurou. Léo Rudek, com a camiseta de goleiro linha, deu um gancho para tirar do alcance do goleiro que estava caído: UFSM 7x2. Aos 17 min, Mayandher ficou cara a cara com o goleiro da Federal, que fechou o ângulo. E faltando 10 segundos para o fim, o Brasil ainda conseguiu descontar, após chute sem direção de Victor, que acabou sobrando para Rafinha. Ele carregou para o meio e chutou por baixo do goleiro da Federal. Placar Final: UFSM/Urbanes Empreendimentos 7x3 Brasil.

Ficha técnica:

UFSM/Urbanes Empreendimentos - Carlson, De Agostini, João Farias, Rogério, Moisés Braga, Léo Leston, Guinho, Tariq, Léo Rudek, Thales, Tito, Bernardo, Willian Viana e Dudu. T.: Gabriel Pranke.

Brasil - Jean, Victor, Pablo, Juninho, Mayandher, Alemão, Peres, Bielemann, Dentão, Charles, Nicolas Pereira, Biel, Rafinha e Derick. T.: Flávio Carvalho.

Gols: Rogério (56s do 1T - U), Léo Rudek (10 min 43s do 1T - U), Moisés Braga (13 min 04s do 1T - U), De Agostini (13 min 35s do 1T - U), Tito (3 min do 2T - U), Pablo (5 min 45s do 2T - B), Moisés Braga (6 min 54s do 2T - U), Juninho (10 min do 2T - B), Léo Rudek (15 min 21s do 2T - U) e Rafinha (19min 50s do 2T - B).

Arbitragem: Diego Menezes (árbitro principal), Marcelo Machado (árbitro auxiliar), Daniel Brondani (anotador) e Hélcio de Deus (cronometrista).

Cartão amarelo: Derick (B).

Cartão vermelho: Bielemann (B).

Ginásio: CDM (Santa Maria-RS).

JOGOS DA RODADA:
UFSM/Urbanes Empreendimentos 7x3 Brasil
BGF 4x3 Rabelo
União Independente 1x3 São José
Canoas 3x4 Paulista

* Via Assessoria UFSM Futsal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

s2Member®

CÓPIA PROIBIDA

CONTEÚDO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITOS AUTORAIS

EsporteSUL - O esporte daqui é aqui www.esportesul.comFacebookInstagramTwitter